Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia reforça sua Marinha com 'superfragatas' (FOTOS)

© REUTERS / Maxim ShemetovDa esquerda para a direita: corveta Steregushchy, contratorpedeiro Nastoichivy e fragata Admiral Gorshkov estão ancorados na base da frota russa em Baltiysk na região de Kaliningrado, na Rússia. 19 de julho de 2015.
Da esquerda para a direita: corveta Steregushchy, contratorpedeiro Nastoichivy e fragata Admiral Gorshkov estão ancorados na base da frota russa em Baltiysk na região de Kaliningrado, na Rússia. 19 de julho de 2015. - Sputnik Brasil
Nos siga no
As fragatas dos projetos 22350 e 22350M se tornam um dos componentes-chave da Marinha russa. A Sputnik revela alguns detalhes deste projeto ambicioso do Ministério da Defesa russo.

A fragata do projeto 22350 Admiral Gorshkov atualmente está em fase de provas estatais. Vladimir Korolev, comandante-chefe da Marinha russa, disse que o navio será entregue à Marinha russa em 2018. 

© Sputnik / Aleksei Danichev / Abrir o banco de imagensFragata russa Admiral Gorshkov
Fragata russa Admiral Gorshkov - Sputnik Brasil
Fragata russa Admiral Gorshkov

"No âmbito do programa estatal de armas para a Marinha, continuarão sendo entregues novos navios, modernizados para as zonas marinhas e oceânicas remotas. O navio que lidera este segmento é a fragata modernizada do projeto 22350M, equipada com armas de alta precisão", revelou ele.

A construção da fragata Admiral Gorshkov começou em 2006. Espera-se que o navio seja capaz de atacar com grande precisão tanto submarinos como alvos aéreos e terrestres, além de realizar missões de inteligência. 

O navio possui um deslocamento de 4,5 mil toneladas, comprimento de 135 metros e boca de 15 metros e é capaz de alcançar uma velocidade de até 55 quilômetros por hora.

© AFP 2021 / KIRILL KUDRYAVTSEV Fragata russa Admiral Gorshkov durante a cerimônia de lançamento em São Petersburgo
Fragata russa Admiral Gorshkov durante a cerimônia de lançamento em São Petersburgo - Sputnik Brasil
Fragata russa Admiral Gorshkov durante a cerimônia de lançamento em São Petersburgo

O editor-chefe do jornal Arsenal Otechestva, Viktor Murakhovsky, disse à Sputnik que o novo navio pode ser comparado com um "instituto de investigações" porque foi nele que foram efetuadas as provas dos armamentos mais avançados, das armas radioeletrônicas aos sistemas de mísseis.

"Quando este navio estiver pronto, a Marinha obterá um apoio muito sério", disse o especialista.

A fragata estará armada com o sistema de artilharia naval A-192 Armat de calibre 130 mm e o sistema de mísseis antiaéreos Poliment-Redut.

Submarino Dmitriy Donskoy da classe 941 Akula - Sputnik Brasil
Fim de época: Marinha russa se despede de maiores 'tubarões' submarinos no mundo
Quanto às armas antinavio, será dotado de quatro sistemas de torpedos Paket-NK, que entraram em serviço em 2008. Todos os equipamentos do navio terão um sistema comum de controle e gestão, enquanto a iluminação radioeletrônica a bordo permitirá detectar qualquer atividade de inimigo.

A nova fragata terá uma autonomia de mais de um mês e uma tripulação entre 180 e 210 homens.

No total, o Ministério da Defesa russa passará a contar com quatro navios do projeto 22350. As fragatas Admiral Gorshkov, Admiral Kasatonov, Admiral Golovko e Admiral Isakov entrarão em serviço da Frota do Norte e do Pacífico entre 2020 e 2022. Entretanto, o estaleiro Severnaya Verf também produzirá várias fragatas do projeto modernizado 23500M. Atualmente não se sabe muito sobre as caraterísticas técnicas dos novos navios, mas, segundo mídia, seu deslocamento aumentará até oito mil toneladas, o que permitirá instalar mais armamentos a bordo do navio.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала