'Eu nunca disse que a Rússia não interferiu nas eleições', afirma Trump

© AP Photo / Carolyn Kaster Donald Trump na casa Branca, em janeiro de 2018.
Donald Trump na casa Branca, em janeiro de 2018. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Após o indiciamento de 13 pessoas por participação na suposta tentativa da Rússia de interferir nas eleições presidenciais dos Estados Unidos, Donald Trump tenta se distanciar de Moscou.

No Twitter, Trump afirmou neste domingo (18) que nunca negou a possibilidade da interferência russa:

"Eu nunca disse que a Rússia não interferiu nas eleições, eu disse 'talvez seja a Rússia, a China, ou outro país ou grupo, ou talvez seja um gênio de 400 libras [180 kilos] sentado na cama e brincando com seu computador'. O 'boato' russo é de que a campanha de Trump conspirou com a Rússia — nunca fizemos", falou o presidente republicano. 

Logotipo da CIA - Sputnik Brasil
CIA interferiu em inúmeras eleições estrangeiras, diz New York Times
Em outro tweet, Trump disse que "se o objetivo da Rússia era criar discórdia", ela "atingiu até mais do que sonhavam". "Eles estão rindo demais em Moscou", disse. 

Nesta semana, o promotor especial Robert Mueller apresentou denúncias contra 13 indivíduos russos e 3 entidades por infringir a lei com a intenção de interferir na eleição presidencial de 2016.

A Rússia já negou repetidas vezes que tenha interferido no pleito estadunidense. O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirma que as acusações não contém provas e o presidente Vladimir Putin diz que Washington se envolve em diversos processos eleitorais ao redor do mundo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала