- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro tem história, política e muita cor

Nos siga noTelegram
O desfile das escolas do grupo especial do Rio de Janeiro fez barulho mais uma vez. Com letras carregadas de senso histórico, como no caso da Imperatriz Leopoldinense e Salgueiro, ou de protesto político, samba da Beija-Flor, o evento gerou imagens de encher os olhos. Confira a seleção da Sputnik.
© Sputnik / Cris GomesA Unidos da Tijuca abriu o segundo dia de desfiles no Rio exaltando o ator, diretor e escritor Miguel Falabella. A escola apresentou o enredo "Um coração urbano: Miguel, o arcanjo das artes, saúda o povo e pede passagem"
Unidos da Tijuca 2018 - Sputnik Brasil
1/12
A Unidos da Tijuca abriu o segundo dia de desfiles no Rio exaltando o ator, diretor e escritor Miguel Falabella. A escola apresentou o enredo "Um coração urbano: Miguel, o arcanjo das artes, saúda o povo e pede passagem"
© Sputnik / Cris GomesA Unidos da Tijuca abriu o segundo dia de desfiles no Rio exaltando o ator, diretor e escritor Miguel Falabella. A escola apresentou o enredo "Um coração urbano: Miguel, o arcanjo das artes, saúda o povo e pede passagem"
Unidos da Tijuca Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
2/12
A Unidos da Tijuca abriu o segundo dia de desfiles no Rio exaltando o ator, diretor e escritor Miguel Falabella. A escola apresentou o enredo "Um coração urbano: Miguel, o arcanjo das artes, saúda o povo e pede passagem"
© Sputnik / Cris GomesSegunda escola a desfilar, Portela agitou a arquibancada com o enredo "De repente de lá pra cá e dirrepente de cá pra lá...", de autoria da carnavalesca Rosa Magalhães.
Portela Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
3/12
Segunda escola a desfilar, Portela agitou a arquibancada com o enredo "De repente de lá pra cá e dirrepente de cá pra lá...", de autoria da carnavalesca Rosa Magalhães.
© Sputnik / Cris GomesSegunda escola a desfilar, Portela agitou a arquibancada com o enredo "De repente de lá pra cá e dirrepente de cá pra lá...", de autoria da carnavalesca Rosa Magalhães.
Portela Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
4/12
Segunda escola a desfilar, Portela agitou a arquibancada com o enredo "De repente de lá pra cá e dirrepente de cá pra lá...", de autoria da carnavalesca Rosa Magalhães.
"Brasil Bom de Boca" foi o tema do enredo da União da Ilha neste ano, discutindo a diversidade gastronômica nacional.
União da Ilha Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
5/12
"Brasil Bom de Boca" foi o tema do enredo da União da Ilha neste ano, discutindo a diversidade gastronômica nacional.
© Sputnik / Cris Gomes"Brasil Bom de Boca" foi o tema do enredo da União da Ilha neste ano, discutindo a diversidade gastronômica nacional.
União da Ilha Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
6/12
"Brasil Bom de Boca" foi o tema do enredo da União da Ilha neste ano, discutindo a diversidade gastronômica nacional.
© Sputnik / Cris GomesA Acadêmicos do Salgueiro fez um tributo às mulheres negras e buscou inspiração em um enredo que homenageou Xica da Silva, há 55 anos
Salgueiro Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
7/12
A Acadêmicos do Salgueiro fez um tributo às mulheres negras e buscou inspiração em um enredo que homenageou Xica da Silva, há 55 anos
© Sputnik / Cris GomesA Acadêmicos do Salgueiro fez um tributo às mulheres negras e buscou inspiração em um enredo que homenageou Xica da Silva, há 55 anos.
Salgueiro Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
8/12
A Acadêmicos do Salgueiro fez um tributo às mulheres negras e buscou inspiração em um enredo que homenageou Xica da Silva, há 55 anos.
© Sputnik / Luana RayssaUma das mais tradicionais escolas do Rio, a Beija-Flor cantou "Monstro é aquele que não sabe amar! Os Filhos abandonados da Pátria que os Pariu", com forte crítica ao momento político enfrentado pelo Brasil.
Beija-Flor Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
9/12
Uma das mais tradicionais escolas do Rio, a Beija-Flor cantou "Monstro é aquele que não sabe amar! Os Filhos abandonados da Pátria que os Pariu", com forte crítica ao momento político enfrentado pelo Brasil.
© Sputnik / Cris GomesUma das mais tradicionais escolas do Rio, a Beija-Flor cantou "Monstro é aquele que não sabe amar! Os Filhos abandonados da Pátria que os Pariu", com forte crítica ao momento político enfrentado pelo Brasil.
Beija-Flor Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
10/12
Uma das mais tradicionais escolas do Rio, a Beija-Flor cantou "Monstro é aquele que não sabe amar! Os Filhos abandonados da Pátria que os Pariu", com forte crítica ao momento político enfrentado pelo Brasil.
© Cris GomesImperatriz cantou sobre os 200 anos de Museu Nacional, trazendo ciência e realeza no mesmo desfile.
Imperatriz Leopoldinense Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
11/12
Imperatriz cantou sobre os 200 anos de Museu Nacional, trazendo ciência e realeza no mesmo desfile.
© Sputnik / Cris GomesImperatriz cantou sobre os 200 anos de Museu Nacional, trazendo ciência e realeza no mesmo desfile.
Imperatriz Leopoldinense Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
12/12
Imperatriz cantou sobre os 200 anos de Museu Nacional, trazendo ciência e realeza no mesmo desfile.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала