Saiba 5 versões principais da queda do An-148 na região de Moscou

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensPolícia no município de Ramensky da região de Moscou onde caiu o avião An-148
Polícia no município de Ramensky da região de Moscou onde caiu o avião An-148 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O avião comercial An-148 sofreu o acidente em 11 de fevereiro na região de Moscou matando as 71 pessoas a bordo. Os investigadores têm testado várias versões deste acidente trágico, começando com condições de tempo e acabando com o fator humano.

Área do acidente com An-148, 11 de fevereiro de 2018 - Sputnik Brasil
Salvo por milagre: russo resolve não viajar no avião An-148 em pleno aniversário
Falta de líquido anticongelante

O Comitê de Investigação da Rússia assumiu que uma das razões da queda poderia ser a formação de gelo sobre o avião antes do voo. Uma fonte que trabalha no aeroporto de Domodedovo, citada pela mídia russa RBK, disse que é o piloto quem toma a decisão quanto ao tratamento do avião com o líquido anticongelante.

"Às vezes a tripulação rejeita o procedimento para poupar tempo", disse ele, adicionando que isso leva à "deterioração das características aerodinâmicas do jato".

Problema com indicador de velocidade

Essa versão não pode ser excluída. Em 2011, a falha do indicador de velocidade levou à queda de um An-148 causando a morte dos seis tripulantes. Quando o indicador falhou, mostrando baixa velocidade, os pilotos aceleraram até que o avião se quebrou em pleno voo.

© AP Photo / Aleksandr ZemlyanichenkoHomem olhando para destroços perto do local da queda do An-148 na povoação de Stepanovskoe a distância de 40 quilômetros do aeroporto Domodedovo
Homem olhando para destroços perto do local da queda do An-148 na povoação de Stepanovskoe a distância de 40 quilômetros do aeroporto Domodedovo - Sputnik Brasil
Homem olhando para destroços perto do local da queda do An-148 na povoação de Stepanovskoe a distância de 40 quilômetros do aeroporto Domodedovo

Explosão do motor

Anteriormente foi comunicado que uma testemunha viu o motor em chamas enquanto o jato caia. Depois de o avião ganhar altitude de 1.800 metros e atingir a velocidade de 600 km/h, a altitude dele baixou de repente até 1.500 metros, depois recuperou a altitude anterior e caiu imediatamente. Uma das fontes próximas da investigação disse que "os motores do An-148 funcionaram até a queda, a destruição da aeronave foi causada pela colisão com o terreno", segundo comunicou a RBK.

Erro do piloto

A porta-voz das Linhas Aéreas Saratov, Elena Voronova, disse à mídia que um dos pilotos tinha mais de 5.000 horas de voo, 2.800 delas – em An-148.

O outro piloto tinha 812 horas de experiência. Ela também adicionou que não havia problemas com as condições técnicas do avião.

Avião russo An-148 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
'Pensei que eu era ateu' até motor de avião pegar fogo durante voo (VÍDEO)
Ataque terrorista

Conforme uma fonte citada pela RBK, os investigadores vão examinar todos os cenários possíveis, contudo, a possibilidade de um ataque terrorista continua bastante baixa. "É pouco provável que esta versão seja predominante, pois os especialistas que realizaram a análise rápida dos fragmentos do avião, não encontraram micropartículas de explosivos."

Descartado: colisão com helicóptero postal

Versões preliminares sugeriram que, antes de cair, o avião colidiu com um helicóptero postal. O serviço postal russo negou rapidamente que qualquer helicóptero deles pudesse estar envolvido no trágico acidente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала