Prisioneiro extremista ataca 2 guardas penitenciários da França

© AFP 2022 / STEPHAN AGOSTINICentro penitenciário Borgo na ilha francesa de Córsega (foto de arquivo)
Centro penitenciário Borgo na ilha francesa de Córsega (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Dois guardas da prisão de Borgo, na região francesa de Córsega, ficaram gravemente feridos nesta manhã (19) por um prisioneiro islamista radical, comunica o jornal Le Figaro, citando sindicato de Justiça de Ufap-Unsa.

Former FBI Director Robert Mueller, the special counsel probing Russian interference in the 2016 election, departs Capitol Hill following a closed door meeting in Washington. (File) - Sputnik Brasil
Tribunal dos EUA cassa ordem de prisão contra ex-assessor de campanha de Trump
O prisioneiro deveria ser transferido para solitária por descumprimento das normas, e atacou os guardas assim que a porta de sua cela foi aberta.

Mais tarde, a agência de notícias AFP comunicou que os guardas foram atacados por três prisioneiros, um dos quais é extremista. Segundo uma fonte próxima da investigação, o autor do ataque foi retirado da cela com um ou dois cúmplices.

Maxime Coustie, delegado sindical da Justiça de Ufap-Unsa, assegurou que "depois de 15 dias, foram acumuladas observações sobre o prisioneiro, que hoje devia ser isolado por ser muito perigoso".

"Um dos guardas recebeu facadas no tórax, e o outro recebeu golpes na cabeça. Os dois ferimentos são gravíssimos", detalhou o Le Figaro.

Segundo comunica o portal France 3 Corse, os dois homens "gravemente feridos na cabeça", receberam assistência médica de bombeiros, e conforme o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), depois foram levados para o hospital de Bastia.

A procuradoria de Bastia deu início à investigação que será realizada pela polícia da cidade.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала