Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Comandantes da Marinha dos EUA são acusados de homicídio por negligência

© REUTERS / Toru HanaiDestróier de mísseis guiados norte-americano USS Fitzgerald, da classe Arleigh Burke, danificado após colisão com um navio mercante filipino, em 18 de junho de 2017
Destróier de mísseis guiados norte-americano USS Fitzgerald, da classe Arleigh Burke, danificado após colisão com um navio mercante filipino, em 18 de junho de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga no
A colisão de dois destróieres estadunidenses contra barcos civis custou a vida de 17 membros das tripulações dos navios militares.

Piloto de um avião estadunidense - Sputnik Brasil
Piloto da Marinha dos EUA pinta símbolo obsceno nos céus (FOTO)
Na terça-feira (16), a Marinha dos EUA anunciou que os ex-comandantes dos destróieres USS Fitzgerald e USS John S. McCain, que foram envolvidos nas recentes colisões mortais no oceano Pacífico, foram acusados de homicídio por negligência, informa a CNN.

Em agosto do ano passado, o destróier USS John S. McCain, equipado com mísseis guiados, colidiu com um navio petroleiro perto do litoral de Singapura e causou a morte de dez marinheiros.

Além disso, em junho de 2017, o destróier USS Fitzgerald chocou com um navio de carga perto do Japão que custou a vida de outras sete pessoas.

No total, cinco oficiais de alta patente foram processados. No momento dos acidentes eles assumiam o comando do USS John S. McCain e do USS Fitzgerald.

Militares da Marinha dos EUA durante a cerimônia de descida das bandeiras - Sputnik Brasil
Má reputação da Marinha dos EUA: segredos militares em troca de 'festas com prostitutas'
Entre as acusações estão as seguintes: abandono de dever, pôr em perigo navio e seus tripulantes e homicídio por negligência.

No entanto, a Marinha dos EUA também anunciou que foram tomadas ações administrativas contra outros membros das tripulações de dois destróieres.

Após a colisão do USS John S. McCain, o comandante da 7ª Frota da Marinha dos EUA, o vice-almirante Joseph Aucoin, foi destituído do seu cargo "devido à perda de confiança em sua capacidade de comando".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала