Futuro coração de aviões russos dá seu terceiro passo para conquistar céus

© Sputnik / Ramil Sitdikov / Abrir o banco de imagensMotor PD-14 apresentado no salão aeroespacial MAKS-2017
Motor PD-14 apresentado no salão aeroespacial MAKS-2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O inovador motor russo PD-14, o primeiro da família de motores que levará ao céu o avião comercial MC-21 e muitas outras aeronaves, passou pela terceira fase de testes. Autoridades devem agora certificar o PD-14 para que ele possa ser instalado em aviões.

Veículo aéreo não tripulado (VANT) russo ZALA 421-16E2 fabricado pelo consórcio Kalashnikov - Sputnik Brasil
Silenciosos e não tripulados: Kalashnikov faz entregas de novos drones
A empresa United Engine Corporation, filial da Rostec, ficou encarregada de anunciar o início da nova fase de confirmação sobre cumprimento das normas, que foi demonstrado durante os seis testes internos – terrestres e aéreos – perante representantes da Agência Federal de Transporte Aéreo da Rússia (Posaviatsiya).

Depois da finalização da terceira fase, o motor receberá certificação estatal, abrindo, assim, suas portas para utilização, em especial, nos aviões comerciais MC-21.

O anúncio da Rostec destaca que o motor PD-14, que utiliza o laboratório voador Il-76LL, ao invés de ser um protótipo, trata-se de um aparelho industrial feito para ser produzido em série, facilitando, assim, sua certificação.

O PD-14 não é só o primeiro projeto moderno da Rússia na área de construção de motores para aviões comerciais, mas também é o mais ambicioso.

O PD-14 abaixo da asa de um avião

Caças russos Su-25 decolam da base aérea de Khmeimim na Síria. - Sputnik Brasil
Organização britânica teria barrado equipamento russo no show aéreo de Farnborough
Esta façanha da engenharia é de design e fabricação nacional e entrará no mercado como rival dos motores de produção estrangeira. Espera-se que seja criada base para toda a família motriz.

Tudo indica que uma versão mais potente do PD-14, a PD-35, venha a ser usada no avião sino-russo CR929, muito comprido e de fuselagem larga. A empresa também planeja desenhar uma versão mais ligeira, a PD-7, para o Sukhoi Superjet 100 e outra, a PD-18, para o avião comercial russo Il-96.

Prevê-se que a família PD tenha potencial necessário para substituir motores da herança soviética de aviões civis russos, sendo este um grande passo para avanço da indústria aeronáutica do país eslavo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала