Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Fundo Amazônia ganha reforço para financiar projetos de conservação

© Antonio Scorza/AFPDesde que foi criado em 2008, Fundo Amazônia já financiou 93 projetos de preservação
Desde que foi criado em 2008, Fundo Amazônia já financiou 93 projetos de preservação - Sputnik Brasil
Nos siga no
Noruega e Alemanha anunciam doações de R$ 139 milhões e R$ 131 milhões, respectivamente, para reforçar o caixa do Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES), que financia projetos de conservação na região.

Com doações que chegam a R$ 3,1 bilhões, o fundo, criado em 2008, já beneficiou 93 projetos de conservação na área, que tem sofrido, nos últimos anos, com extração ilegal de madeira, mineração e desmatamento provocado pela ampliação do agronegócio, em especial soja e criação de gado. 

Para saber sobre a eficácia na aplicação desses recursos, a Sputnik Brasil conversou com Fabiano Silva, coordenador executivo da Fundação Vitória Amazônica, uma das entidades mais respeitadas pelo acompanhamento desses programas.

Fabiano não vê contradição entre o anúncio da doação de recursos com o anúncio feito pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) de que 2017 foi o ano recorde de queimadas no Brasil. Segundo o coordenador, a liberação dos recursos de Noruega e Alemanha deve ter seguido o cronograma original de desembolsos previstos nos acordos de cooperação internacional.

"Eles (os países) estão muito atentos ao processo de desmatamento e gestão ambiental na Amazônia. A gente vê uma evolução do fundo nos últimos anos. Nos primeiros anos, o fundo estava muito focado em projetos do poder público, em especial o municipal e estadual, e a efetividade desses investimentos não foi excelente. Hoje, o fundo tem desenvolvido outras estratégias de financiamento de projetos, dando maior protagonismo para os da sociedade civil. No último ano e meio, o fundo ganhou capacidade de alocação de recursos, seja de governo, seja via sociedade civil", diz o coordenador executivo da Fundação Vitória Amazônica.

Fabiano reconhece, porém, que a instabilidade política e econômica dos últimos anos acarretou um prejuízo muito grande na execução de políticas para redução do desmatamento. Segundo ele, as constantes trocas de governo e linhas de políticas públicas foram as principais responsáveis pelo aumento do desmatamento devido à descontinuidade dos investimentos de controle.

Desmatamento na Amazônia - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Certas cidades da Amazônia são mais poluídas que Pequim, diz engenheiro florestal

"Nos últimos meses, contudo, temos visto uma retomada, por parte do governo federal, nas atividades de controle, com ações pontuais e estratégicas, desarticulando alguns grupos que trabalham particularmente com especulação de terra e desmatamento para venda de madeira e o garimpo ilegal. Hoje temos novos padrões de desmatamento e novos contextos político-econômicos que têm gerado novos desafios para o governo federal", diz.

O especialista aponta ainda como outro obstáculo o contingenciamento de recursos do governo federal para uma série de programas ambientais, o que tem levado o Ministério do Meio Ambiente a buscar outras formas de financiamento para ações de comando e controle.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала