União Europeia prolonga sanções contra a Rússia por mais 6 meses

© Sputnik / Vladimir Sergeev / Abrir o banco de imagensBandeiras da Rússia e da União Europeia
Bandeiras da Rússia e da União Europeia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A União Europeia prolongou suas sanções econômicas contra a Rússia por mais seis meses, até 31 de julho de 2018, declarou nesta quinta-feira (21) o Conselho da União Europeia.

"Em 21 de dezembro, o Conselho prolongou as sanções econômicas contra setores específicos da economia russa até 31 de julho", afirmou a instância de decisão da UE.

Entrevista coletiva da representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova - Sputnik Brasil
Moscou retaliará expansão norte-americana de sanções antirrussas, diz chancelaria
A decisão política de prolongar as sanções antirrussas foi aprovada durante a cúpula da União Europeia realizada em 14 de dezembro. Em caso contrário, as sanções deveriam terminar no fim de janeiro de 2018.

As sanções contra a Rússia foram introduzidas em 2014, logo após a eclosão da crise ucraniana e da decisão dos moradores da Crimeia de aderir à Rússia. Os países ocidentais acusaram a Rússia de ter interferido nos assuntos internos da Ucrânia. Moscou desmente estas alegações, frisando que o referendo da Crimeia foi realizado em conformidade com o direito internacional.

Por sua vez, a Rússia respondeu introduzindo um embargo aos alimentos provenientes dos países que aplicaram as sanções antirrussas, advertindo que esta ferramenta é contraproducente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала