Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Mistério' de Estocolmo: ambulância russa atende pacientes na capital da Suécia (FOTO)

© Sputnik / Natalia SeliverstovaAmbulância russa privada (foto de arquivo)
Ambulância russa privada (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Um caso peculiar em Estocolmo, onde uma ambulância russa prestou cuidados médicos a um paciente, está gerando discussão nas redes sociais.

Foi o jornal Aftonbladet que informou sobre o caso, citando a testemunha dos eventos, Mans Jonasson. O homem tirou uma foto da ambulância com placa russa. Além do mais, da ambulância saíram médicos vestindo uniformes com inscrições em russo.

Jonasson tirou a foto em 5 de dezembro e postou no Twitter no mesmo dia, perguntando o que uma ambulância russa estava fazendo na capital sueca.

A maior parte dos internautas concluiu que o veículo pertence à embaixada russa em Estocolmo.

​"Os veículos com números russos na Suécia provavelmente pertencem a funcionários da embaixada russa ou à própria instalação diplomática", opinou o usuário Mikael Skillt.

Mysterious moment car appears from nowhere to cause crash ' ghost car'' - Sputnik Brasil
De Volta Para o Futuro: carro fantasma causa acidente em Singapura
Por sua vez, o internauta Damiano assinalou que "embaixadas dos países mais avançados do mundo em Estocolmo possuem suas próprias ambulâncias".

Vários usuários acreditam que a ambulância teria chegado para atender um dos funcionários da instalação diplomática russa.

"Ambulância sueca se atrasou um pouco", ironizou um usuário no Twitter.

De acordo com a placa, o veículo é de São Petersburgo.

A edição frisa que o caso já despertou interesse da polícia local, contudo, o "mistério" da ambulância russa em Estocolmo foi revelado pela Sputnik, que entrevistou o médico e diretor de ambulâncias privadas de São Petersburgo, Mikhail Dzhalagonia.

Geralmente, ambulâncias privadas de São Petersburgo andam apenas no território da cidade russa. Contudo, o plano de saúde de um cliente russo previa seu transporte da Suécia à Rússia, explicando, assim o porquê de ela ser encontrada tão longe de casa.

Mikhail Dzhalagonia ressaltou que, quando estavam voltando para a Rússia, a equipe médica encontrou um morador local deitado no meio da rua com convulsões epilépticas. Os funcionários da ambulância saíram do veículo para atendê-lo e ficaram com ele até a chegada de seus colegas suecos. Depois voltaram a cumprir suas obrigações cotidianas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала