Pelo que espera o Ocidente para levantar sanções impostas contra Moscou?

© AP Photo / Matt RourkeNovo embaixador dos EUA na Rússia John Huntsman
Novo embaixador dos EUA na Rússia John Huntsman - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA esperam que logo se consiga encontrar uma solução para o conflito armado travado na Ucrânia, dado que só após isso se poderá falar tanto da normalização das relações com a Rússia, quanto sobre os avanços no levantamento das sanções, acredita o embaixador estadunidense na Rússia, Jon Huntsman.

Presidente rússo, Vladimir Putin, duranta coletiva de imprensa conjunta com Sergio Mattarella, presidente da Itália - Sputnik Brasil
EUA usam sanções para separar empresários e Putin antes das eleições, diz Peskov
"Os avanços na questão do levantamento das sanções dependem da forma como resolvermos os problemas que levaram à sua imposição. Acredito que para isso devemos nos dirigir à história deste problema e entender por que as nossas relações estão no patamar de hoje. Muitas sanções foram impostas não somente pelos EUA, mas também pela Europa devido à situação na Ucrânia", afirmou Huntsman em uma entrevista ao canal de TV Sankt-Peterburg.

"Caso consigamos resolver o problema ucraniano, ou seja, encontrar um consenso que satisfaça ambas as partes, obteremos um resultado positivo. Mas isto requererá esforços sérios na resolução de questões litigiosas", adiantou o diplomata norte-americano.

De acordo com o embaixador, a Rússia e os EUA "devem se sentar à mesa das negociações, e, em primeiro lugar, se focar nos assuntos que fizeram surgir o problema das sanções", bem como "pensar naquilo que se pode fazer para resolvê-los".

"O objetivo principal é parar a violência em Donbass. Por que é que os EUA intervieram nisso? Porque não são questões que têm a ver simplesmente com o direito internacional e a integridade territorial. Elas são importantes não só para os EUA, mas também para toda a comunidade internacional. Somos uma das partes envolvidas, bem como a parte que introduziu sanções. Também somos a parte que espera por uma resolução em um futuro breve. Espero que passemos para um período de normalização das relações… Espero conseguir fazê-lo. Eu sei que o nosso presidente também espera o mesmo, bm como o nosso Congresso", resumiu.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала