Rússia enviará aviões para buscar submarino argentino desaparecido, diz almirante

© Sputnik / Vitaly Ankov / Abrir o banco de imagensAvião Il-38 da esquadra russa do Pacífico
Avião Il-38 da esquadra russa do Pacífico - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia pode enviar de modo urgente seus aviões antissubmarino Il-38 para ajudarem na busca do submarino argentino desaparecido ARA San Juan, acredita o ex-comandante da Frota do Báltico, almirante Vladimir Valuev.

Submarino argentino ARA San Juan (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Putin oferece ajuda ao presidente argentino para encontrar submarino desaparecido
Segundo o almirante, em primeiro lugar, na busca do submarino argentino serão especialmente úteis os aviões de luta antissubmarina da Marinha russa com detectores magnéticos.

"Esses são os meios de busca mais eficientes que a Rússia pode oferecer conforme a proposta do nosso presidente Vladimir Putin", afirmou.

De acordo com o militar, na próxima fase de buscas, a determinação da condição do submarino já encontrado, é melhor utilizar submersíveis russos de grande profundidade.

Nomeadamente, ele sugere utilizar o navio de salvamento russo Igor Belousov quando for preciso prestar ajuda ao submarino avariado já encontrado.

"Caso a Argentina aceite a ajuda, os nossos [militares] enviarão sem dúvida aparelhos de busca e resgate necessários", concluiu.

Tripulante do submarino militar argentino ARA San Juan no porto de Buenos Aires, Argentina (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Avião dos EUA detecta objeto no local do último sinal do submarino argentino desaparecido
Anteriormente, o presidente russo, Vladimir Putin, ofereceu a seu homólogo argentino Mauricio Macri ajuda na busca do submarino desaparecido. Os líderes dos dois países concordaram em estabelecer contato entre as instituições militares dos dois países para realizarem a busca. A Rússia se tornou o 13º país que se uniu à operação de resgate.

Na terça-feira, as autoridades do Chile enviaram à Argentina o navio Cabo de Hornos (AGS-61) para participar também da operação de busca, que ficará no local "enquanto for preciso", de acordo com um comunicado da chancelaria chilena. Mais cedo, o Chile já tinha enviado um avião de reconhecimento C-295.

O submarino da Marinha da Argentina ARA San Juan desapareceu em 15 de novembro. Durante a última ligação, a tripulação do navio informou sobre uma avaria. A bordo do submarino estão 44 tripulantes, inclusive a primeira submarinista argentina Eliana Krawczyk.

O avião antissubmarino russo Il-38 foi projetado para buscar e destruir submarinos inimigos, assim como realizar operações de reconhecimento e de resgate.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала