Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Norte-americano viveu 30 anos com fungos mortíferos no cérebro

Nos siga no
Médicos norte-americanos descobriram no cérebro de um paciente uma infecção fúngica que permanecia lá cerca de 30 anos, informa a edição Science Alert.

Pessoas de idade avançada - Sputnik Brasil
Amizade tem impacto em envelhecimento cerebral
Segundo especialistas, a doença foi causada pela inalação de esporos do fungo Histoplasma capsulatum. A histoplasmose em geral afeta os pulmões, mas os fungos também podem penetrar em outros órgãos. O Histoplasma capsulatum se encontra por todo o mundo, crescendo no solo e excremento de aves e morcegos. O fungo normalmente infeta pessoas com sistema imunológico fraco, por exemplo, em portadores do vírus HIV. Se a doença não for curada, pode levar à morte.

O homem idoso consultou o médico, queixando-se de mudanças mentais. Resultados da ressonância magnética e da tomografia computadorizada mostraram tumores no cérebro e nas glândulas adrenais. Os médicos pensavam que era câncer, mas a biópsia mostrou a presença de leveduras nas glândulas, segundo a Science Alert

O paciente disse que 30 anos atrás visitou a Carolina do Norte (estado norte-americano onde é comum o H.capsulatum), mas que ele mora no Arizona, onde as condições para o crescimento do fungo são desfavoráveis. Segundo os especialistas, foi na Carolina do Norte que ele poderia ter adquirido a infecção. É de surpreender que durante todo esse tempo a histoplasmose não manifestou nenhum sintoma, sendo um caso raríssimo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала