Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Sérvia volta a rejeitar ultimato dos EUA e defende seus laços com Moscou

© Sputnik / Yury Somov / Abrir o banco de imagensA vista de Belgrado
A vista de Belgrado - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Governo sérvio voltou a rejeitar o ultimato que os Estados Unidos apresentaram para que escolha entre a União Europeia e a Rússia.

"É inaceitável que obriguem a Sérvia a escolher", disse a primeira-ministra sérvia, Ana Brnabic, em uma entrevista ao jornal britânico Financial Times.

Manifestantes queimam a bandeira da OTAN durante protesto em Belgrado, Sérvia. 13 de junho, 2011 - Sputnik Brasil
Sérvia não deseja fazer parte da OTAN e amplia cooperação militar com a Rússia
Em outubro passado, o secretário-adjunto do Departamento de Estado dos EUA para os Assuntos Europeus e Euroasiáticos, Hoyt Brian Yee, em uma reunião com o presidente sérvio Aleksandar Vucic, convidou-o a escolher entre Bruxelas e Moscou.

Altos funcionários estadunidenses apelaram várias vezes à Sérvia para que esta esclareça sua posição quanto à direção estratégica, dizendo que a Sérvia não pode "nadar em duas águas simultaneamente".

"Nós não somos pró-americanos nem pró-russos, somos pró-sérvios", salientou Brnabic.

A primeira-ministra sérvia reiterou que a prioridade "estratégica" de seu país é ingressar na União Europeia, acrescentando que relações com Moscou não podem obstaculizar este processo.

Em junho, o presidente sérvio confirmou ao comissário europeu responsável pela política regional, o austríaco Johannes Hahn, que a principal prioridade de seu país é a adesão no bloco comunitário.

Um homem passa perto da cartaz com inscrições Rússia e Sérvia, 17 de outubro de 2014 - Sputnik Brasil
Opinião: 'Governo sérvio não pode ser antirrusso'
Antes, durante uma reunião com o vice-primeiro-ministro russo, Dmitry Rogozin, Vucic assegurou-lhe que a integração da Sérvia na União Europeia não interferiria nas boas relações com Moscou.

Além disso, o presidente sérvio disse que seu país não iria se juntar às sanções unilaterais da União Europeia contra a Rússia.

A Sérvia está negociando a adesão à UE desde janeiro de 2014. Em 20 de junho deste ano, Bruxelas abriu dois novos capítulos das negociações para a adesão do país, em especial sobre a Propriedade Intelectual e a União Aduaneira. Até à data, foram abertos 10 dos 35 capítulos, enquanto dois foram encerrados temporariamente.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала