- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Pedalar para prevenir a corrupção funciona, diz diretora de ONG

© OSB/Divulgação Stéphane Gallet
Stéphane Gallet - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ciclista francês Stéphane Gallet chegou neste domingo ao Rio de Janeiro, vindo de Brasília, após percorrer de bicicleta um trajeto de cerca de 1.750 quilômetros.

A iniciativa faz parte do Projeto “Pedal Pacto pelo Brasil”, uma ação de combate à corrupção no país, fruto de uma parceria entre a empresa de turismo francesa Halcyon Tours e o OSB — Observatório Social do Brasil, organização não governamental que atua em 19 estados da federação, com 3 mil voluntários que trabalham de forma preventiva contra a corrupção.

Para saber mais sobre o Projeto Pedal Pacto pelo Brasil, a Sputnik Brasil conversou com exclusividade com a Diretora Executiva e uma das fundadoras do Observatório Social do Brasil, Roni Enara.

"[Stéphane Gallet] já realizou iniciativas parecidas em outros países, defendendo outras causas, como temas na área de saúde", explicou Roni Enara.

© OSB/DivulgaçãoRoni Enara, diretora do OSB, conversou com Sputnik Brasil sobre a iniciativa do ciclista francês
Roni Enara, diretora do OSB, conversou com Sputnik Brasil sobre a iniciativa do ciclista francês - Sputnik Brasil
Roni Enara, diretora do OSB, conversou com Sputnik Brasil sobre a iniciativa do ciclista francês

"Ele saiu no dia 18 de outubro de Brasília e todo dia ele parava em uma cidade, passou pelo norte de Minas até chegar no Rio de Janeiro. E em cada cidade ele oferecia palestras para a comunidade, dava entrevistas para falar dessa causa", disse a interlocutora da Sputnik.

Segundo a diretora da OSB, a sua organização realiza um monitoramento das compras dos governos de diversos municípios para denunciar possíveis casos de corrupção através de uma rede de observatórios espalhados pelo país. A ideia é a prevenção de casos mais graves de modo a gerar uma economia de recursos públicos.

"Gallet está no Brasil há quatro anos e ele se encantou com essa causa. Ficou sensibilizado com tudo que viu na mídia sobre o Brasil, os casos de corrupção, e conheceu a nossa causa de ação preventiva à corrupção, e decidiu então fazer essa ação individual, que mostra para nós que cada cidadão, dentro de suas próprias condições, pode ter uma atitude que ajude o Brasil a ser melhor", concluiu Roni Enara.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала