EUA: Rússia vai garantir a retirada de grupos pró-iranianos da Síria

© Sputnik / Mikhail Voskresenky / Abrir o banco de imagensDestacamento iraniano na Síria
Destacamento iraniano na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia se comprometeu a incentivar a retirada de tropas pró-iranianas do sudeste da Síria, declarou aos jornalistas um alto representante do Departamento de Estado dos EUA, ao comentar o memorando assinado no dia 8 de novembro pela Rússia, EUA e Jordânia.

Torcedores sírios comemoraram muito o empate com o Irã, resultado que mantém a seleção síria viva na busca por uma vaga na Copa do Mundo de 2018, na Rússia - Sputnik Brasil
Trump e Putin confirmaram que não permitirão a divisão da Síria em esferas de influência
Segundo o oficial, os EUA consideram essa atitude importante, pois a presença de combatentes estrangeiros dificulta o cessar-fogo e ameaça Israel e Jordânia.

"O memorando reflete o compromisso dos EUA, da Rússia e da Jordânia de afastar as forças estrangeiras, não sírias, do país. Isso contempla as forças apoiadas pelo Irã, como o Hezbollah, ou jihadistas estrangeiros da Frente al-Nusra e outros grupos extremistas no sudeste [da Síria]", disse o representante do Departamento de Estado.

"Quanto a esse último ponto, os russos concordaram em trabalhar junto ao regime sírio para afastar as tropas apoiadas pelo Irã do território controlado pela oposição, bem como das fronteiras da Jordânia", explicou o funcionário do governo norte-americano.

A declaração conjunta dos presidentes da Rússia e dos EUA, Vladimir Putin e Donald Trump, destaca que o memorando "reforça o sucesso da iniciativa de cessar-fogo, bem como o afastamento das forças e dos combatentes estrangeiros dessa região, com objetivo de garantir uma paz mais duradoura". 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала