Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Analista militar: Força Aeroespacial russa levantou o moral do exército sírio

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensForça Aeroespacial russa na Síria
Força Aeroespacial russa na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga no
Ministro da Defesa russa, Sergei Shoigu, destacou o papel da Força Aeroespacial russa durante a tomada de último baluarte do Daesh na Síria.

Segundo o ministro, a aviação militar russa mostrou sua capacidade durante a tomada da cidade Al-Bukamal.

Soldados do exército sírio perto de Deir ez-Zor - Sputnik Brasil
Quem vai o exército sírio derrotar após Daesh?
"A Força Aeroespacial russa mostrou sua capacidade, o principal é que, em condições climáticas difíceis, foram cumpridas todas as tarefas", sublinhou Shoigu.

Durante os últimos dois meses, as tropas governamentais sírias alcançaram sucessos significativos na libertação do país dos terroristas. Em setembro foi quebrado o cerco de Deir ez-Zor, em outubro o exército sírio tomou o controle de outra cidade importante — Al-Mayadin. Em 3 de novembro, a cidade de Deir ez-Zor foi completamente libertada.

O analista militar russo Viktor Litovkin comentou para o serviço russo da Rádio Sputnik que não há dúvidas que a operação de libertação da Síria dos terroristas está chegando ao fim.

"Não há dúvidas que a nossa Força Aeroespacial é eficaz, não é apenas o comando russo que não tem dúvidas, mas também os nossos parceiros irreconciliáveis. Graças à Rússia, o exército sírio recuperou o moral e durante estes dois anos libertou quase todo território sírio", disse ele.

Tu-22, foto de arquivo - Sputnik Brasil
Para especialista, Força Aeroespacial russa já nem precisa estar na Síria hoje
Não foram libertados apenas os territórios controlados pelos americanos, destaca o analista, sublinhando que se trata de uma ocupação ilegal, bem como os territórios onde se encontram as tropas turcas.

"Se não fossem os nossos ataques de alta precisão e nossos conselheiros nas tropas sírias, que ajudaram planejar e efetuar operações contra o Daesh [grupo terrorista, proibido na Rússia], claro que tais sucessos não seriam alcançados", frisou Litovkin.

Ele lembrou que existem células "adormecidas" do Daesh na Síria que exigem uma luta intensa, mas em termos globais já todos reconhecem que a operação antiterrorista logo vai acabar. Até a oposição síria está pronta para negociações porque entende que já não há outra opção, resumiu o analista russo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала