Coalizão dos EUA responde a afirmações sobre 'absurdo geográfico'

© AFP 2022 / Delil SouleimanSírios deslocados de Deir ez-Zor no campo de refugiados de Ain Issa, outubro de 2017
Sírios deslocados de Deir ez-Zor no campo de refugiados de Ain Issa, outubro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A coalizão antiterrorista encabeçada pelos EUA que luta contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) comentou a declaração do Ministério da Defesa da Rússia sobre a ignorância geográfica demonstrada pelos militares norte-americanos.

O combatante das Forças Democráticas Sírias examina o veículo fornecido pela coalizão dos EUA perto a nordeste de Raqqa - Sputnik Brasil
Forças Democráticas da Síria: EUA construíram base militar em Raqqa
"Em geral, as pessoas fogem para norte de Deir ez-Zor para evitar as operações realizadas pelo regime (autoridades sírias) e a Rússia. Há informações de que diariamente 200 pessoas escapam para o campo de refugiados em Rukban, no sul (da Síria)", diz-se na declaração da coalizão enviada à Sputnik.

Antes, o comandante das forças de operações especiais da coalizão, James Gerrard, declarara que milhares de árabes fogem das forças governamentais da cidade de Deir ez-Zor para Al-Mayadeen. Ele disse que as pessoas vão para norte, em direção aos territórios sob o controle das Forças Democráticas da Síria, embora Al-Mayadeen se situe a sul de Deiz ez-Zor.

O porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov, salientou que "foi bastante ridículo ouvir do comandante das forças de operações especiais da coalizão tal absurdo geográfico".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала