Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Provocação dos EUA: avião com 'radar de ataque' voa perto da Coreia do Norte

© Foto / Divulgação / Northrop GrummanImagem do Boeing 707 modificado intitulado Northrop Grumman E-8, da Força Aérea dos EUA
Imagem do Boeing 707 modificado intitulado Northrop Grumman E-8, da Força Aérea dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga no
Um avião militar com um sistema de radar tático sobrevoou a Coreia do Sul neste domingo em direção à fronteira com a Coreia do Norte, de acordo com um site de monitoramento do tráfego aéreo citado pelo Daily Star. A aeronave corresponderia a um Northrop Grumman E-8 da Força Aérea dos EUA.

O Boeing 707, modificado com um sistema de radar multifuncional STARS Joint, teria sido voado a cerca de 8.800 metros acima do Chuncheon, a capital da província de Gangwon, cerca de 65 quilômetros da fronteira com a Coreia do Norte.

O sistema de radar aéreo coleta e transmite imagens táticas para comandos terrestres e aéreos, como parte de seu controle de batalha, controle de aeronave e funções de rastreamento de veículos terrestres e aéreos.

Líder norte-coreano Kim Jong-un visita uma fábrica de cosméticos em Pyongyang - Sputnik Brasil
Surpresa nuclear: líder da Coreia do Norte quer tornar as 'mulheres mais bonitas'

Não está claro qual era o seu propósito ou o seu destino final, mas tal plano militar é projetado para detectar e identificar alvos inimigos para o ataque. O avião poderia estar avaliando as forças norte-coreanas, sua artilharia ou locais de mísseis perto da fronteira em preparação para o ataque.

No meio da escalada de tensão com a Coreia do Norte, os EUA enviaram recentemente um terceiro porta-aviões e seu grupo de ataque para as águas próximas da Península da Coreia.

A CIA disse recentemente que o presidente dos EUA, Donald Trump, estaria disposto a recorrer ao uso da força para impedir que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, "tenha a capacidade de manter-nos sob ameaça".

O Ministério de Relações Exteriores da Coreia do Norte disse que o país asiático "quase atingiu um equilíbrio estratégico com os EUA", mas que só usará suas armas nucleares e mísseis balísticos em caso de ameaça.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала