'Ele sabia no que estava se metendo', teria dito Trump à viúva de soldado morto

© REUTERS / Jonathan ErnstDonald Trump ao telefone na Casa Branca
Donald Trump ao telefone na Casa Branca - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi acusado de dizer à viúva do soldado David Johnson em uma ligação telefônica que "ele sabia no que estava se metendo". Johnson e outros três soldados morreram no Níger no começo do mês.

Um folheto anti-Trump supostamente da Coreia do Norte divulgado pela NK News em 16 de outubro de 2017. O texto em coreano diz Para o mundo pacífico sem guerra e para o futuro da humanidade, destroce o Trump cachorro louco! - Sputnik Brasil
Propagandas norte-coreanas pregam 'completa obliteração de Trump cachorro louco' (FOTOS)
É uma tradição estadunidense o presidente em exercício telefonar para parentes de soldados mortos. 

A acusação contra Trump veio da congressista do Partido Democrata Frederica Wilson, que afirmou estar com a viúva no momento da ligação e diz ter escutado as palavras do presidente. 

Trump nega ter se expressado nestes termos e afirmou que a congressista "fabricou" o relato.

A agência de notícias Associated Press, contudo, entrou em contato com a mãe do soldado morto e ela confirmou que Trump realmente disse que seu filho "sabia no que estava se metendo".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала