Aviso para Pyongyang: EUA mostram como podem conter ameaças balísticas

Nos siga noTelegram
Os EUA lançaram um dos seus mísseis interceptores mais avançados, o SM-6, ao largo da costa da Escócia, informa o RT.

Destróier norte-americano USS John Paul Jones - Sputnik Brasil
EUA realizam lançamento de míssil balístico de médio alcance da costa do Havaí
O lançamento foi efetuado durante as manobras Formidable Shield (Escudo Formidável) realizadas na região para treinar a contenção da potencial ameaça balística por parte de "estados párias".

"Os marinheiros norte-americanos realizaram um teste bem-sucedido do míssil SM-6 a partir do USS McFaul", indicou o comunicado da Sexta Frota, acrescentando que o teste não foi parte das manobras Formidable Shield. 

O ensaio, supervisionado pela Agência de Defesa Contra Mísseis, "demonstrou o bom desempenho do SM-6, lançado do sistema de defesa antimíssil Aegis, e foi realizado como parte de processo de certificação do sistema", acrescentou o comunicado, citado pelo RT.

O míssil Raytheon SM-6 foi desenvolvido para interceptar projéteis balísticos que voam nas camadas altas da atmosfera a uma velocidade extrema. O míssil pode ser instalado em lançadores terrestres e marítimos.

O lançamento de míssil de médio alcance durante os exercícios na photo publicada pela Agência noticiosa norte-coreana em Pyongyang em 30 de agosto de 2017 - Sputnik Brasil
Analistas expõem ponto fraco dos EUA: incapacidade de destruição de míssil norte-coreano
De acordo com o desenvolvedor, é o "único míssil" que pode ser utilizado contra alvos aéreos e terrestres, mantendo o seu uso para "sistemas terminais de mísseis balísticos marítimos".  

Isso significa que o míssil pode ser utilizado para conter a ameaça crescente dos programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte. 

O teste foi realizado no domingo (15), na fase final das manobras Formidable Shield, durante as quais os EUA e os seus aliados treinaram "o cenário de defesa aérea e antimíssil integrada (IAMD em inglês)", que se focou na defesa contra "um míssil balístico e 3 mísseis antinavio".

Cerca de 3,3 mil soldados da Bélgica, Canadá, Dinamarca, França, Alemanha, Itália, Holanda, Espanha e Reino Unido participam das manobras, realizadas nas ilhas ocidentais da Escócia.  

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала