Ex-agente da CIA: EUA não têm outra opção senão aceitar uma Coreia do Norte nuclear

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensUm grupo de lançadores múltiplos de foguetes M-1985 do Exército Popular da Coreia é visto durante desfile militar em finais de abril em Pyongyang
Um grupo de lançadores múltiplos de foguetes M-1985 do Exército Popular da Coreia é visto durante desfile militar em finais de abril em Pyongyang - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A aceitação de uma Coreia do Norte nuclear pelos EUA pode incluir uma Coreia do Sul com armas nucleares, acredita Su Mi Terry que serviu na CIA durante a presidência de George W. Bush.

Os EUA não têm outra escolha senão aceitar a nuclearização da Coreia do Norte e a China poderá ter de conviver com uma Coreia do Sul dotada de armas nucleares, ou pelo menos mais armada do que hoje em dia, disse o analista em questões do Nordeste da Ásia e ex-funcionário da CIA, Su Mi Terry, citado pelo South China Morning Post.

Um homem a ver programa de notícias que mostra Donald Trump e Kim Jong-Un na estação ferroviária em Seul em 9 de agosto de 2017 - Sputnik Brasil
Guerra entre Coreia do Norte e EUA é 'cenário real' em meio a medidas militares de Trump
A aceitação de uma Coreia do Norte nuclear pelos EUA deve ser acompanhada com outras opções militares que incluem pelo menos a instalação de um sistema de defesa antimíssil robusto na Coreia do Sul, independentemente da reação da China, opinou Su Mi Terry.

"Podemos ser criativos nas questões de contenção e dissuasão", comunicou ele ao South China Morning Post.

Uma política de contenção e dissuasão "não significa que nós vamos apenas nos sentarmos à volta e falar que isso está OK". De acordo com ele, essa política pode significar o reforço da defesa antimíssil e a nuclearização da Coreia do Sul.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала