Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA acusam Rússia de deteriorar normas investigativas de programas nucleares secretos

© AFP 2021 / JOE KLAMARBandeira da Agência Internacional de Energia Atômica em frente da sede da organização em Viena
Bandeira da Agência Internacional de Energia Atômica em frente da sede da organização em Viena - Sputnik Brasil
Nos siga no
O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, afirma que a Rússia frequentemente age de um jeito que enfraquece as normas globais, incluindo a independência da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica).

Sistema de defesa antiaérea de mísseis do Irã - Sputnik Brasil
Analistas: Trump ataca acordo nuclear porque busca uma guerra com o Irã
"Nós apelamos à Rússia a estudar como pode apoiar os esforços de não proliferação", disse Tillerson nesta quinta-feira (21), durante a reunião do Conselho de Segurança da ONU, dedicada à não-proliferação das armas de destruição em massa. De acordo com ele, os EUA e a Rússia compartilham uma responsabilidade especial pela manutenção do regime de não proliferação no mundo. Ele mencionou também os programas conjuntos nessa área. 

"Infelizmente, nos últimos anos as ações da Rússia frequentemente têm enfraquecido as normas globais e minam o princípio da responsabilidade das nações. Os exemplos incluem a violação [pela Rússia] de suas obrigações quanto ao Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário, a violação das garantias de segurança que foram declaradas no fim da Guerra Fria, o impedimento dos esforços de desenvolver a herança passada quanto à segurança nuclear", declarou Tillerson.

Rex Tillerson, the former chairman and chief executive officer of Exxon Mobil, smiles during his testimony before a Senate Foreign Relations Committee confirmation hearing on his nomination to be U.S. secretary of state in Washington, U.S. January 11, 2017 - Sputnik Brasil
Tillerson: países 'como a Rússia' são uma ameça aos seus vizinhos democráticos
Ele também acusou a Rússia de tentar enfraquecer a independência da AIEA na investigação dos programas nucleares secretos.

"Se a Rússia quiser recuperar seu papel de ator confiável na resolução da crise em torno da Coreia do Norte, ela pode provar suas intenções através do cumprimento de suas obrigações quanto à segurança nuclear e controle de armas", acrescentou Tillerson.

Em resposta à declaração de Tillerson, o embaixador russo na ONU, Vasily Nebenzya, disse que essa afirmação é nova para a Rússia.

"Foi uma surpresa hoje ficar sabendo do secretário de Estado que a Rússia está prejudicando a AIEA, isso é algo novo para nós", disse Nebenzia.

Anteriormente, a Rússia já havia rejeitado as acusações dos EUA quanto à violação do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores russo, Washington não proporcionou nenhumas provas concretas de suas afirmações. Moscou reafirmou diversas vezes que respeita os termos do tratado e tem interesse em continuar a fazê-lo no futuro.  

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала