Será que Coreia do Norte afinal não está pronta para atacar Guam?

© REUTERS / KCNALançamento do míssil Hwasong-12, 15 de setembro, 2017
Lançamento do míssil Hwasong-12, 15 de setembro, 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Pyongyang precisa de tempo adicional para desenvolver propriamente seu programa nuclear, acredita o analista militar chinês.

Líder norte-coreano, Kim Jong-un, após lançamento bem-sucedido de míssil balístico - Sputnik Brasil
Kim Jong-un: as forças nucleares da Coreia do Norte estão praticamente completas
O programa nuclear da Coreia do Norte ainda não alcançou um nível apropriado que permita atacar a base militar norte-americana na Ilha de Guam, acredita o analista militar chinês Song Zhongping citado pelo The Global Times.

"Teoricamente a Coreia do Norte é capaz de atacar o território de Guam no Pacífico […] Mas ainda existem problemas que podem dificultar a capacidade da Coreia do Norte para atacar Guam, incluindo o fato que o míssil balístico de alcance intermediário foi testado apenas duas vezes, o que não garante que ele é seguro e pode ser utilizado", expressou ao The Global Times Song Zhongping.

O problema, de acordo com ele, é que os mísseis balísticos intermediários utilizam propulsor liquido e precisam mais tempo para serem lançados. Isso significa que os adversários podem ter tempo para atingir o míssil. Ele sublinhou que os mísseis norte-coreanos podem ser liquidados ainda antes do lançamento.

O analista chinês acredita que Pyongyang ainda precisa de tempo para desenvolver o programa nuclear nacional até um nível apropriado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала