EUA podem introduzir sanções contra Turquia devido à compra dos S-400 russos

© Sputnik / Sergei Pivovarov / Abrir o banco de imagensSistema de defesa antiaérea S-400
Sistema de defesa antiaérea S-400 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na quinta-feira (14), o influente senador norte-americano do Partido Democrata, Ben Cardin, propôs à Casa Branca a introdução de novas sanções contra Ankara, bem como avaliação se a Turquia deve ou não continuar a ser membro da OTAN.

Em sua carta para a Casa Branca, citada pela edição Politico, Cardin avisou que a decisão da Turquia de adquirir os complexos de defesa antiaérea S-400 afetará Ancara, pois alegadamente viola o regime das sanções de Washington, que foram impostas sobre Moscou.

Destaca-se que o pacote prévio de sanções, aprovado no mês passado, prevê introdução de sanções contra aqueles "que assinam grandes acordos com setores de defesa ou reconhecimento da Federação da Rússia".

O político sublinhou que "trata-se de sanções obrigatórias para prevenir ataque da Rússia contra os EUA e seus aliados no futuro".

Deslocação do complexo antimíssil S-400 durante treinamentos na região de Moscou - Sputnik Brasil
'Parem de gritar': Turquia põe os pingos nos is no assunto sobre S-400
Além disso, Cardin solicitou à administração do presidente dos EUA para avaliar como a compra dos complexos S-400 pode afetar tanto a pertinência da Turquia na Aliança Atlântica como a assistência norte-americana na garantia de segurança de Ancara, que entre outras inclui venda de armamento ao país.

Mais anteriormente, foi divulgado que Ancara e Moscou concluíram acordo de compra de mísseis S-400, negociado durante vários meses. Além disso, o líder turco havia comunicado que a Turquia já fez o primeiro depósito para a compra dos sistemas russos S-400.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала