Mídia: EUA precisam dos motores russos para foguetes e não conseguem substituí-los

© AP Photo / Maxim MarmurFuncionários da empresa russa Energomash junto a motores de foguete RD-180, preparados para ser transportados para os EUA, Moscou, Rússia
Funcionários da empresa russa Energomash junto a motores de foguete RD-180, preparados para ser transportados para os EUA, Moscou, Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA não vão conseguir produzir motores para foguetes em vez dos russos no prazo determinado, comunica o The Wall Street Journal.

Acrescenta-se que isso está ligado com problemas técnicos e financeiros. 

"Apesar das exigências do Congresso de abdicar rápida e gradualmente dos motores RD-180, por motivos de segurança nacional, na realidade tudo se provou ser muito mais complicado e demorado", comunica o WSJ

O Pentágono vai ter que utilizar os motores RD-180 russos pelo menos até metade da década que vem. 

Em dezembro de 2016, a empresa russa Energomash informou que iria fornecer mais 19 motores para foguetes aos EUA. 

A edição acrescenta que o setor industrial norte-americano se prepara para a falta potencial destes motores. 

© Sputnik / Yury Strelets / Abrir o banco de imagensMotores de foguete russo RD-180
Motores de foguete russo RD-180  - Sputnik Brasil
Motores de foguete russo RD-180

Anteriormente o Congresso dos EUA exigiu que Pentágono abandonasse a compra de motores russos para foguetes até 2019, se referindo às divergências políticas com a Rússia. 

Em maio foi comunicado que a empresa norte-americana Blue Origin falhou os testes do seu motor para foguetes BE-4, que devia substituir os RD-180 russos.  

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала