Novo Snowden asiático? O homem que criou um fosso entre Europa e Vietnã

© Foto / PixabayCorupção
Corupção - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em 2 de agosto, a mídia alemã informou que Trinh Xuan Thanh tinha sido devolvido ao Vietnã por seu papel no roubo de 150 milhões de dólares durante seu mandato como presidente de uma subsidiária da empresa de energia PetroVietnam.

O incidente causou uma violenta reação na mídia e mesmo no Vietnã, com o jornal Luat Khoa (Justiça) o comparando com o ex-funcionário da NSA Edward Snowden que agora vive na Rússia.

O presidente russo, Vladimir Putin e o cineasta estadunidense, Oliver Stone durante as gravações do especial The Putin Interviews - Sputnik Brasil
Putin: Rússia não entregará Snowden aos EUA sob nenhuma circunstância
Mas, de acordo com o analista político russo Vladimir Kolotov, eles não podem ser comparados, porque Snowden fazia tudo a título pessoal e voluntário sem pedir dinheiro e era impulsionado por intenções idealistas, enquanto Trinh Xuan Thanh aparentemente é membro de um grupo organizado.

"Os alemães se recusaram a extraditá-lo porque esperavam obter dele alguns segredos de Estado, comprometer os responsáveis oficiais e empresários corruptos com quem ele tinha trabalhado e, utilizando a informação obtida, conseguir contratos lucrativos através de promessas de asilo seguro para eles", acrescentou Vladimir Kolotov à Sputnik.

Após Trinh Xuan Thanh ter desaparecido, os alemães atribuíram isso às autoridades do Vietnã e começaram a chantageá-las.

Ex-agente da NSA Edward Snowden - Sputnik Brasil
'Ele não é um brinquedo': porta-voz de Putin comenta ideia de extradição de Snowden
O caso de Trinh Xuan Thanh faz parte da luta em curso do Partido Comunista vietnamita contra a corrupção dos altos funcionários que colocaram o seu bem-estar pessoal acima dos interesses de Estado.

"Se não fosse pelos $ 150 milhões, boas ligações e conhecimento de segredos de Estado que Trinh Xuan Thanh possuía, os alemães o teriam enviado para casa num instante", concluiu Kolotov.

Segundo o analista do Centro de Pesquisas Estratégicas da Rússia Anton Tsvetov, a parte vietnamita pediu a extradição dele durante a recente cúpula do G20.

"Parece que os alemães recusaram e os vietnamitas simplesmente perderam a paciência, especialmente agora que sua campanha contra a corrupção avança a bom ritmo", acrescentou Tsvetov.

Trinh Xuan Thanh desapareceu após ter sido acusado de causar um prejuízo financeiro de 150 milhões de dólares para a empresa onde ele trabalhou.

Desde então a captura dele se tornou prioridade para o governo do Vietnã, que tem acompanhado seus movimentos desde que fugiu do país em 2016.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала