Exército norte-americano reforça sistemas antimíssil na Coreia do Sul

© AP Photo / Czarek SokolowskiSoldado norte-americano perto do sistema de mísseis Patriot
Soldado norte-americano perto do sistema de mísseis Patriot - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Face à ameaça crescente por parte da Coreia do Norte, o exército dos EUA reforçou o contingente de interceptores de mísseis na Coreia do Sul.

Imagem do Hwasong-14, míssil que a Coreia do Norte afirma ser de longo alcance (intercontinental), em teste realizado em 4 de julho de 2017 - Sputnik Brasil
Após 2° teste com ICBM norte-coreano, EUA e Coreia do Sul discutem opção militar
O Exército norte-americano informou na terça (15) sobre a iniciativa, acrescentando que a 35ª  Brigada de Artilharia de Defesa Aérea completou com sucesso o programa de 8 meses de modernização do seu sistema de defesa antimíssil Patriot. 

O Exército dos EUA explicou que um dos maiores benefícios da modernização foi a substituição de muitos sistemas e a modernização das tecnologias antigas, comunica a KBS.

As tropas norte-americanas possuem 12 baterias de mísseis Patriot Pac-2 e Pac-3 no território da Coreia do Sul. 

A informação sobre a modernização surge em meio da nova onda de escalação em torno da Coreia do Norte, ligada com uma série de declarações fortes por parte de Pyongyang e Washington. 

CC BY 2.0 / Agência de defesa antimíssil dos EUA / Sistema de defesa antimíssil norte-americano Patriot PAC-3 em ação
Sistema de defesa antimíssil norte-americano Patriot PAC-3 em ação - Sputnik Brasil
Sistema de defesa antimíssil norte-americano Patriot PAC-3 em ação

Ontem (15), o ministro chinês das Relações Exteriores Wang Yi tinha informado que o grau de tensão em torno da Coreia do Norte está diminuindo. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала