Irã diz que EUA devem deixar outros países em paz e se preocupar com seus supremacistas

© AP Photo / Office of the Iranian Supreme LeaderAiatolá Ali Khamenei
Aiatolá Ali Khamenei - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, disse nesta quarta-feira, 16, que o governo dos Estados Unidos deveria se preocupar menos em se meter nas questões internas de outros países e cuidar mais dos seus próprios problemas, como o fortalecimento de grupos racistas.

"Se os EUA têm algum poder, é melhor eles cuidarem do seu país, enfrentarem a supremacia branca, em vez de se meter em assuntos de outras nações", escreveu o sacerdote. 

A sociedade norte-americana e o mundo assistem com preocupação os desdobramentos de uma crise social e política evidenciada no último sábado, em Charlottesville, na Virgínia, quando centenas de neonazistas marcharam pelas ruas da cidade e foram confrontados por manifestantes antifascistas, gerando uma grande confusão que terminou com feridos, detidos e até mortos. Acusado por muitos de ter dado incentivo a essas demonstrações de ódio durante o seu período de campanha eleitoral, o presidente Donald Trump fez declarações ambíguas e com pouca firmeza sobre as ocorrências, optando por culpar tanto os supremacistas como os ativistas que protestaram contra eles pela violência, atitude que provocou forte indignação internacional.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала