Oposicionista sírio: 'Percebi que forças ocidentais pretendem dividir a Síria'

© AFP 2022 / LOUAI BESHARABandeiras da Síria na cidade de Madaya, em 14 de janeiro
Bandeiras da Síria na cidade de Madaya, em 14 de janeiro - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo uma informação obtida pela Sputnik de fontes da Coalizão Nacional Síria da Oposição e das Forças Revolucionárias, um dos dirigentes da Coalizão, Bessam Melik, começou apoiando o governo sírio.

Representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova, durante a entrevista coletiva semanal, Moscou, Rússia, 18 de fevereiro de 2016 - Sputnik Brasil
Moscou: posição do Ocidente na Síria beneficia terroristas
Segundo se soube, ele saiu da Coalizão Nacional Síria da Oposição e das Forças Revolucionárias, abandonou a Turquia e regressou à Síria.

Bessam Melik esclareceu à Sputnik Turquia que, após 7 anos, ele percebeu "que os EUA, os países ocidentais e os países do golfo Pérsico conspiraram contra a Síria, tendo como objetivo o desmembramento do território sírio".

No fim de 2011, no início das confrontações na Síria, Melik fugiu de Damasco para a Turquia, onde ele entrou para a Coalizão Nacional Síria da Oposição e das Forças Revolucionárias. Antes disso, ele presidia à Câmara de Comércio de Damasco.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала