Havaí se encontra em alerta por ameaça de possível ataque da Coreia do Norte

CC BY-SA 2.0 / mashleymorgan / 070304-N-4965F-018Contratorpedeiro USS Benfold num porto do Havaí
Contratorpedeiro USS Benfold num porto do Havaí - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O agravamento da crise norte-coreana provocou que este estado norte-americano tenha contemplado a opção de sofrer um ataque por parte de Pyongyang.

O agravamento da situação à volta da península coreana obrigou o Havaí (EUA) a ativar uma iniciativa para se preparar contra um possível ataque da Coreia do Norte, comunica o canal RT. Toby Clairmont, o diretor da Agência de Emergência desse território, explicou que passos tomaria este estado norte-americano no caso de Pyongyang decidir realizar uma ofensiva.

Clairmont estima que um míssil balístico intercontinental, lançado a partir da Coreia do Norte, atinja o Havaí "em 20 minutos", enquanto "o exército dos EUA nos avisaria em cinco minutos" sobre isso e assim "teríamos 15 minutos para alertar a população" e "tomar medidas imediatas".

Imagem do Hwasong-14, míssil que a Coreia do Norte afirma ser de longo alcance (intercontinental), em teste realizado em 4 de julho de 2017 - Sputnik Brasil
Coreia do Norte identifica Havaí e Alasca como possíveis alvos de ataque
Desse modo, "nós demoraríamos 3 ou 4 minutos a ativar as sirenes, enviar mensagens para os celulares e emitir um comunicado pela rádio e televisão", fazendo com que as pessoas tenham "uns 10 minutos, que é muito pouco, para se esconderem em algum edifício, estacionamento ou mesmo para se deitarem no chão antes que o impacto ocorra", concluiu o especialista.

Havaí tomou esta medida depois de ter sabido que a Coreia do Norte teria um plano para atacar as instalações militares dos EUA na ilha de Guam, apesar de o estado se encontrar a uma longa distância desse lugar.

Enquanto os cidadãos de Guam se prepararam perante uma evolução provável dos eventos, seu governador, Eddie Calvo, assegurou ao presidente estadunidense, Donald Trump, durante uma conversa telefônica recente, que "nunca" se sentiu "mais seguro que com a sua liderança".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала