Trump: Guam lucrará com turismo após ameaças da Coreia do Norte

© REUTERS / U.S. NavyBase militar estadunidense na ilha de Guam, Micronésia
Base militar estadunidense na ilha de Guam, Micronésia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O bem-humorado presidente dos EUA, Donald Trump, disse que Guam ganhou publicidade gratuita e que, graças às ameaças da Coreia do Norte, muitos turistas ficaram sabendo da existência da ilha.

"Posso dizer que o seu fluxo de turistas aumentará em dez vezes sem nenhum tipo de gasto financeiro, por isso receba minhas felicitações", disse Trump durante uma conversa telefônica com o governador da ilha, também republicano Eddie Calvo, que publicou a gravação da conversa em sua página no Facebook. O presidente norte-americano também afirmou que Calvo ficará "extremamente popular".

Segundo Trump, ninguém deseja mais uma solução pacífica para o conflito com a Coreia do Norte do que ele. No entanto, o presidente afirmou que não excluiu o "pior".

"Senhor presidente, na qualidade de governador de Guam e de cidadão dos EUA, declaro que nunca me senti mais seguro, do que com o senhor no comando", declarou por sua vez Eddie Calvo.

Kim Jong-un observa míssil balístico de longo alcance Hwasong-12. - Sputnik Brasil
É mesmo provável que a Coreia do Norte lance mísseis contra Guam?
Trump respondeu que ele deveria ter sido eleito presidente oito anos atrás.

A última semana tem sido tensa para as relações entre Pyongyang e Washington. Coreia do Norte declarou que estuda atacar com seus mísseis as bases militares norte-americanas na ilha de Guam, localizada na parte oeste do Oceano Pacífico. 

O presidente Donald Trump, em resposta, ameaçou responder com "fogo e fúria", se houver uma real ameaça para os Estados Unidos por parte da Coreia do Norte.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала