Atropelamento de antifascistas em Charlottesville está sendo investigado como homicídio

© AP Photo / Steve HelberRescue personnel help injured people after a car ran into a large group of protesters after a white nationalist rally in Charlottesville, Va., Saturday, Aug. 12, 2017.
Rescue personnel help injured people after a car ran into a large group of protesters after a white nationalist rally in Charlottesville, Va., Saturday, Aug. 12, 2017. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O atropelamento de uma multidão de antifascistas nos EUA, durante o protesto contra a marcha da extrema direita na cidade de Charlottesville, Virgínia, nos EUA, está sendo tratada pelas autoridades como homicídio.

A notícia foi divulgada na noite deste sábado pela emissora local, NBC29, que citou procurador da cidade.

A violência chegou a altíssimos níveis neste sábado em Charlottesville, deixando mortos e feridos.

No início do dia, milhares de manifestantes compareceram ao ato denominado "Unite the Right" (Unir a Direita, em inglês), em protesto pela remoção de uma estátua em homenagem ao general confederado Robert E. Lee, que glorifica a era da escravidão, segundo os críticos.

Ativistas antifascistas também se mobilizaram neste sábado. Foi justamente contra uma manifestação antifascista que aconteceu o ataque.

O governador da Virgínia, Terry McAuliffe, decretou estado de emergência em Charlottesville.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала