Pequim pede reforço da segurança após tiroteio em consulado chinês nos EUA

© REUTERS / Stringer Agentes de segurança chineses na entrada do Consulado dos Estados Unidos em Xangai
Agentes de segurança chineses na entrada do Consulado dos Estados Unidos em Xangai - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Consulado-Geral da China em Los Angeles, na Califórnia, expressou séria preocupação com a segurança de seu pessoal após a ocorrência de um tiroteio em frente ao prédio da missão diplomática chinesa na cidade americana.

Polícia jordaniana em frente a um tribunal em Amã, na área onde foi morto Nahed Hattar, 25 de setembro de 2016 - Sputnik Brasil
Tiroteio deixa morto e ferido na Embaixada de Israel na Jordânia
Na manhã da última terça-feira, um homem abriu fogo perto do consulado chinês em Los Angeles, cometendo suicídio logo em seguida. Segundo a Reuters, mais ninguém ficou ferido porque o local estava fechado no momento do incidente, mas a polícia informou que várias balas atingiram a fachada e janelas do edifício. 

"Nós pedimos à parte norte-americana que adote todas as medidas necessárias para garantir a segurança do local de trabalho e do corpo diplomático do consulado, e, enquanto isso, que esclareça a situação específica desse evento o mais rápido possível", disseram as autoridades chinesas em comunicado. 

O responsável pelo tiroteio foi encontrado morto em seu carro pouco depois do ocorrido. De acordo com a agência Xinhua, ele seria um homem de pouco mais de 60 anos e teria origem asiática.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала