7 ambiciosos projetos da URSS que caíram no esquecimento (FOTOS, VÍDEOS)

© Sputnik / Mark Redkin / Abrir o banco de imagensA cidade de Neftyanye Kamni
A cidade de Neftyanye Kamni - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Há uma grande quantidade de projetos ambiciosos da época da União Soviética que ainda hoje chamam atenção de muitos.

As grandes obras da URSS incluíam desde enormes estações de radar capazes de interromper as frequências de onda curta em todo o mundo até cidades construídas completamente sobre colunas de ferro.

A base submarina subterrânea de Balaklava

© Sputnik / Mikhail Mokrushin / Abrir o banco de imagensA base submarina subterrânea de Balaklava
A base submarina subterrânea de Balaklava - Sputnik Brasil
A base submarina subterrânea de Balaklava

Esta base secreta na Crimeia, também conhecida como Objeto 825GTS, é uma instalação de defesa antinuclear de primeira categoria, o que significa que é capaz de suportar a exposição direta a uma bomba atômica de até 100 quilotons. O refúgio subterrâneo tem capacidade de abrigar nove navios submergíveis pequenos ou sete de tamanho médio e cerca de 3000 pessoas. Além disso, conta com mais de 600 metros de canais navegáveis.

Atualmente, já não é utilizada com propósito militar, tendo sido convertida em um museu.

As estações de radar Duga

© Sputnik / Stringer / Abrir o banco de imagensA estação de radar Duga em Chernobyl
A estação de radar Duga em Chernobyl - Sputnik Brasil
A estação de radar Duga em Chernobyl

Estas estruturas imensas foram desenvolvidas para detectar antecipadamente lançamentos de mísseis balísticos intercontinentais. No total, três unidades foram construídas nas cidades de Komsomolsk do Amur, Nikolaev e Chernobyl. O sinal destas estações era tão forte que podia interromper temporariamente as frequências de onda curta por todo o mundo.

Acelerador de prótons

© Sputnik / Yury Zaritovski / Abrir o banco de imagens Um grupo de físicos visita as obras do acelerador de prótons
 Um grupo de físicos visita as obras do acelerador de prótons - Sputnik Brasil
Um grupo de físicos visita as obras do acelerador de prótons

Trabalhos de construção do acelerador de prótons foram iniciados em 1983 e levados a cabo por mais de uma década até serem suspensos no final de 1994. Ao longo dos 11 anos, foi construído um túnel circular de cerca de 21 km. Algumas peças deste equipamento vieram a ser instaladas no lugar, mas o projeto foi finalmente cancelado antes do término de sua construção.

As estações de radar Lena

Estas construções grandiosas, também conhecidas como radares P-70, foram instaladas ao longo das fronteiras estratégicas da União Soviética. No total, foram construídas 11 delas, cujo objetivo principal era defender a região aérea através da localização das tropas radiotécnicas inimigas.

Neftyanye Kamni (Pedras de Óleo)

© Sputnik / Mark Redkin / Abrir o banco de imagensA cidade de Neftyanye Kamni
A cidade de Neftyanye Kamni - Sputnik Brasil
A cidade de Neftyanye Kamni

Esta cidade, localizada nas águas do mar Cáspio, foi totalmente construída sobre pilares de ferro no início de grandes projetos de extração de óleo na região. Uma grande parte da população da cidade, que conta com hospitais, edifícios residenciais, escolas, parques e até uma usina elétrica, resolveu abandoná-la quando a extração de óleo deixou de ser lucrativa. No entanto, cerca de 2.000 pessoas ainda vivem em Neftyanye Kamni até hoje.

Polígono de provas de Semipalatinsk

© Sputnik / A. Solomonov / Abrir o banco de imagensEquipamento para provas nucleares no campo de provas de Semipalatinsk
Equipamento para provas nucleares no campo de provas de Semipalatinsk - Sputnik Brasil
Equipamento para provas nucleares no campo de provas de Semipalatinsk

O polígono de provas nucleares da cidade soviética de Semipalatinsk, localizado no atual território do Cazaquistão, era o principal lugar de testes atômicos da URSS. Durante 40 anos e antes de deixar de ser utilizado em 1991, em Semipalatinsk foram realizadas 473 explosões.

As estações de radar Daryal

As estações de radar de segunda geração, assim como as Duga, visavam detectar lançamentos de mísseis antecipadamente. Durante mais de duas décadas, as Daryal eram um dos principais elementos do sistema de alerta soviético.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала