Intervenção militar russa na Finlândia: propaganda ocidental criou 'esquizofrenia social'

Nos siga noTelegram
Segundo o especialista militar, Viktor Baranets, a Rússia não tem intenção alguma de atacar Finlândia.

The Wall Street Journal contou como a Finlândia está se preparando para a guerra contra a Rússia.

Helsinque, Finlândia - Sputnik Brasil
Jornal americano contou como a Finlândia está se preparando para uma 'agressão russa'
No âmbito do agravamento das relações entre a Rússia e os países ocidentais, as autoridades da Finlândia estão desenvolvendo um sistema de comunicações subterrâneo, informou o colunista do The Wall Street Journal, Thomas Grove.

Segundo o jornalista, um sistema de bunkers e túneis de 200 quilômetros abaixo de Helsinque teria sido desenvolvido para dar um basta na "agressão russa". Atualmente, a maior parte dos sistemas militares está sendo usado para cumprimento das obrigações civis. No entanto, as estruturas podem ser rapidamente convertidas em abrigos e centros de comando.

A Finlândia vem acompanhando atentamente os preparativos para manobras militares conjuntas entre a Rússia e Bielorrússia Zapad 2017, que acontecerão entre 14 e 20 de setembro deste ano na Bielorrússia.

Militares das Forças Armadas da Suécia na ilha de Gotlândia, Suécia - Sputnik Brasil
Rússia irá observar maiores exercícios militares da Suécia - Aurora 2017
O especialista militar do jornal russo Komsomolskaya Pravda, Viktor Barenets, disse ao serviço russo da Rádio Sputnik que os planos de construir bunkers e túneis são paranoicos.

"Ativa e total propaganda ocidental de 'agressão militar russa' nos últimos tempos gerou uma espécie de 'esquizofrenia social' na Noruega e na Suécia, e, hoje está sendo espalhada pela Finlândia. Faz-me rir as declarações dos políticos e generais finlandeses que a Rússia, supostamente, tem planos de bombardear Helsinque. Acredito que há apenas uma meta: nos círculos militares e políticos finlandeses cada vez mais é difundida a ideia da importância de estar embaixo das asas da OTAN, bem como de deixar de ser neutro. Por isso toma força o mito sobre ‘o urso russo com garras nucleares’. O que posso dizer? Trata-se de um produto paranoico ‘made in Finland’. Entretanto, acho que a calma linha russa de boa vizinhança em relação a Helsinque, apesar de tudo, ganhará essa estupidez. Podem cavar tocas por todos os lados. Com o tempo, eles mesmos vão rir dos seus políticos, que assustam o povo finlandês", disse Viktor Baranets.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала