Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Polônia desiste de seu passado histórico?

© AP Photo / Czarek SokolowskiMonumento às tropas soviéticas em Varsóvia
Monumento às tropas soviéticas em Varsóvia - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente da Polônia Andrzej Duda assinou nesta segunda-feira (17) as emendas à lei que proíbe a propaganda do comunismo. Nela também é regulamentada a demolição dos momentos da época soviética, segundo o site presidencial.

A lei entrará em vigor três meses depois de ser assinada.

"O ato de 22 de junho de 2017, que altera a lei sobre a proibição de promover o comunismo ou outro sistema totalitário em nomes de edifícios, objetos e instalações públicas, foi assinado em 17 de julho de 2017", afirma o site.

A câmara baixa do Parlamento da Polônia aprovou as emendas em 22 de junho à chamada lei de descomunização, estipulando assim a demolição de mais de 500 monumentos do período soviético no país.

Sistema de mísseis Patriot, fornecido pelos EUA, é estacionado em uma base militar da cidade polonesa de Morąg - Sputnik Brasil
Sistemas americanos Patriot a serem instalados na Polônia ameaçam Moscou?
A lei de "descomunização", proibindo o uso de nomes que honram pessoas, organizações, eventos e datas simbolizando o comunismo em espaços públicos, foi assinada pelo presidente da Polônia Andrzej Duda em maio de 2016. Reagido à ação, o Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse que os poloneses estavam liderando a corrida "antirrussa", com 30 monumentos soviéticos profanados e demolidos no país em 2015.

De acordo com as reportagens na mídia, há cerca de 490 monumentos soviéticos localizados em áreas públicas na Polônia.

Mas a Duma de Estado (câmara baixa do Parlamento russo) anunciou que está preparando uma resposta às ações dos seus colegas poloneses.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала