Países do G20 intensificarão cooperação na luta contra o terrorismo

© REUTERS / Axel SchmidtLíderes o G20 em reunião de cúpula do G20
Líderes o G20 em reunião de cúpula do G20 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os países do G20 acordaram em aumentar os esforços para bloquear quaisquer fontes alternativas de financiamento do terrorismo, incluindo o rompimento das conexões entre o terrorismo e o crime organizado transnacional.

German riot police detain protesters during the demonstrations during the G20 summit in Hamburg, Germany, July 6, 2017 - Sputnik Brasil
Protestos anti-G20 geram caos nas ruas de Hamburgo; há centenas de feridos
"Apelamos aos países para bloquear todas as fontes alternativas de financiamento do terrorismo, incluindo romper a conexão, se houver, entre o terrorismo e o crime organizado transnacional, como o tráfico de armas, incluindo armas de destruição em massa, saques e contrabando de antiguidades, sequestro com a finalidade de resgate, tráfico de drogas e tráfico de pessoas", diz a declaração conjunta dos países do G20 em Hamburgo

Os líderes também acertaram compartilhar dados sobre terroristas e radicais que regressam aos seus países de origem, além de reforçar a cooperação dos serviços de fronteira para detectar o deslocamento de terroristas, determinar os países de trânsito e países de destino dos extremistas. 

"Apelamos aos nossos serviços de fronteira para reforçar a cooperação na identificação de viagens para fins terroristas, incluindo através da identificação dos países de trânsito e de destino dos terroristas. Apoiaremos os esforços para fortalecer a capacidade desses países em áreas como a gestão das fronteiras, a partilha de informação, bem como a manutenção listas de verificação criminosos para fins de alerta precoce de ameaça", diz a declaração conjunta. 

"Vamos lutar conta a ameaça em evolução imposta por combatentes terroristas estrangeiros, que retornam de zonas de conflito, como o Iraque e a Síria, e continuaremos empenhados em evitar a criação de bases de dados de terroristas estrangeiros em outros países e regiões do mundo", diz o documento. 

Vladimir Putin e Donald Trump se reúnem pela primeira vez na cúpula do G20 - Sputnik Brasil
Putin e Trump estão prontos para anunciar acordo de cessar-fogo na Síria em 9 de julho
Além disso, foi feito um apelo entre os países do G20 para "resolver urgentemente o problema da vulnerabilidade na segurança dos aeroportos", incluindo a adoção de medidas, tais como controle de acesso e inspeção conforme previsto pela Convenção de Chicago de 1944, que estabeleceu os princípios da aviação internacional, e tomar medidas conjuntas para "rever, atualizar, adaptar e implementar as normas de segurança internacionais, tendo em conta os riscos reais". 

A Cúpula do G20 começou no início desta sexta-feira na cidade alemã de Hamburgo, reunindo os líderes dos principais países e economias em desenvolvimento do mundo. 

Em encontro bilateral às margens da cúpula, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, se reuniu com Donald Trump pela primeira vez em um encontro que durou mais de duas horas. Os líderes da Rússia e dos EUA chegaram a um acordo para implementar um regime de cessar-fogo no sul da Síria a partir de 9 de julho.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала