Trump na Polônia: obrigado por comprarem nossos mísseis, mas a Europa deve investir mais

© AP Photo / Evan VucciPresident Donald Trump delivers a speech at Krasinski Square at the Royal Castle, Thursday, July 6, 2017, in Warsaw.
President Donald Trump delivers a speech at Krasinski Square at the Royal Castle, Thursday, July 6, 2017, in Warsaw. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Donald Trump, no âmbito de sua segunda viagem internacional oficial, visitou Varsóvia, onde realizou um discurso em uma das principais praças da capital polonesa.

Presidente dos EUA, Donald Trump, conversa por telefone com o presidente da Rússia, Vladimir Putin - Sputnik Brasil
CNN indica temas principais do futuro encontro entre Trump e Putin
Segundo Trump, a delegação norte-americana visitou Varsóvia para "dizer algo de extrema importância", afirmou Trump.

"América ama a Polônia e os poloneses", declarou o presidente dos Estados Unidos, que foi recebido com muito calor pela multidão e pelos políticos do país, que interromperam o seu discurso inúmeras vezes com efusivos aplausos e exclamações de aprovação. 

Trump traçou um panorama histórico da Polônia, louvando a resiliência de sua população em diversas situações extremas, como na Segunda Guerra Mundial, afirmando se tratar de um "povo orgulhoso, do qual nasceram Copérnico, Chopin e João Paulo II.

Mencionando a presença dos militares norte-americanos no país, Trump afirmou que estes garantem a segurança da república e de toda a Europa. O presidente dos EUA assegurou que Washington deseja garantir aos países da Europa Central e do Leste acesso à fontes alternativas de energia, para que a Polônia e os seus vizinhos "nunca fiquem reféns de uma única fonte de recursos energéticos", em clara alusão à Rússia.

O discurso de Trump, focado em sua maior parte nos acontecimentos históricos, incluiu agradecimentos e promessas vagas à Varsóvia. Assim, ao falar sobre o "conflito" dos poloneses com o comunismo, o chefe de Estado declarou que a "Polônia venceu e que vencerá sempre". 

Presidente dos EUA, Donald Trump - Sputnik Brasil
Assessor do presidente russo: Trump e Putin se reunirão em 7 de julho em Hamburgo
"Uma Polônia forte é uma benção para os povos da Europa, e eles sabem disso. Uma Europa forte é uma benção para o Ocidente e para o mundo", disse o presidente norte-americano, ao comentar a posição da Varsóvia na OTAN.

Ao citar a OTAN, Trump destacou que os Estados Unidos já demonstraram o seu compromisso com a aliança e alegou que "Europa precisa fazer mais" pelo bloco.

"Europa deve demonstrar que acredita no próprio futuro, investindo na garantia de segurança desse futuro", sublinhou Trump, que aproveitou para agradecer a Polônia pela compra de mísseis Patriot, o "melhor sistema de defesa aérea no mundo".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала