Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Estado-maior russo afirma que guerra civil na Síria de fato parou

© Sputnik / Serviço de Imprensa da Frota do Norte/Andrey Luzik/USO EDITORIALBandeiras da Rússia e da Síria no convés do porta-aviões russo Admiral Kuznetsov no Mediterrâneo
Bandeiras da Rússia e da Síria no convés do porta-aviões russo Admiral Kuznetsov no Mediterrâneo - Sputnik Brasil
Nos siga no
Hoje (9), o chefe da Direção Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, coronel-general Sergei Rudskoy, assegurou que a guerra civil síria, de fato, cessou.

O militar sublinhou que a situação no país melhorou drasticamente após a celebração em Astana do memorando sobre as zonas de segurança.

"Além disso, a entrada do memorando em vigor tornou possível iniciar os trabalhos para reconstruir as povoações destruídas pela guerra e não ocupadas pelas organizações terroristas", adiantou Rudskoy.

O alto responsável militar destacou que a população está regressando às cidades e povoações libertadas, estão sendo recuperadas fazendas, infraestruturas de abastecimento energético, os nós de transportes e rodovias se estão revitalizando, os canais de irrigação dos terrenos agrícolas estão sendo enchidos com água.

Um soldado iraquiano, do grupo aliado da coalizão ocidental, durante um combate com as forças do Estado Islâmico - Sputnik Brasil
Opinião: ações da coalizão podem provocar crise na Síria
Entre janeiro e maio do ano corrente, em Astana decorreram quatro rodadas de negociações para a solução do conflito sírio.

O principal resultado delas foi a criação de um grupo conjunto operacional de monitoramento do regime de cessar-fogo e a celebração do memorando sobre as zonas de segurança pelos países garantes, ou seja, a Rússia, a Turquia e o Irã.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала