Polícia britânica prende 10º suposto cúmplice de atentado em Manchester

© REUTERS / Peter NichollsA community support officer carries flowers near Manchester Arena in Manchester, Britain May 24, 2017.
A community support officer carries flowers near Manchester Arena in Manchester, Britain May 24, 2017. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A polícia britânica anunciou na sexta-feira de manhã que eles fizeram uma décima prisão em conexão com o bombardeio de Manchester, que matou 22 pessoas.

A polícia de Greater Manchester prendeu um homem na área de Moss Side da cidade como parte de uma "rápida investigação" sobre o bombardeio ocorrido na segunda-feira, de acordo com a declaração.

Serviço de emergência se posiciona fora do Manchester Arena após relatos de uma explosão no local durante um Ariana Grande na cidade. - Sputnik Brasil
Ataque em Manchester: Theresa May eleva nível de ameaça e teme atentado 'iminente'
​Um total de dez pessoas foram presas desde o início da investigação, mas duas delas — um homem e uma mulher — foram mais tarde libertadas sem acusações. O resto dos suspeitos permanecem sob custódia. O chefe de polícia Ian Hopkins disse na quinta-feira que eles são homens.

Na noite de segunda-feira, uma explosão ocorreu fora do Manchester Arena no final do show da cantora americana Ariana Grande, deixando pelo menos 22 pessoas mortas e dezenas mais feridas. A polícia britânica identificou Salman Abedi, de 22 anos, como o indivíduo responsável por ter perpetrado o ataque. A organização terrorista Daesh reivindicou a responsabilidade pelo ataque.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала