Militarização em curso: após 30 anos, Índia volta a comprar armas aos EUA (FOTO, VÍDEO)

© AP Photo / Mustafa QuraishiObuseiro norte-americano M777
Obuseiro norte-americano M777 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Após o escândalo de 1986 que levou à demissão do Governo de Rajiv Gandhi, o exército da Índia nunca mais comprou armas aos EUA. Mas agora os norte-americanos reiniciaram o fornecimento de armamentos, nomeadamente obuseiros M777 de 155 mm para proteção das fronteiras.

O primeiro lote destas armas será entregue para a Índia em breve, no âmbito de um contrato assinado no final de novembro de 2016, comunica a NDTV. Na altura em que o primeiro-ministro foi obrigado a se demitir devido ao escândalo de corrupção, o contrato envolvia a aquisição de 410 obuseiros de 155 mm no valor de 1,4 bilhões de dólares.

​​Agora, o fornecimento vai ser realizado antes da data prevista, comunicou o porta-voz da empresa britânica BAE Systems, que executa grande número de trabalhos para o Pentágono. 

A Índia vai adquirir 145 obuseiros M777 norte-americanos, 120 dos quais vão ser instalados pela BAES Systems e a empresa indiana Mahindra. O valor da transação é cerca de 737 milhões de dólares. A parte maior dos fornecimentos será efetuada entre 2019 e 2021, com uma média de cinco obuseiros por mês. 

​Se planeja, segundo comunica a mídia indiana, que estas armas sejam utilizadas na proteção da zona noroeste da Índia, na fronteira com a China. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала