Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rebeldes do Daesh quebram estátuas antigas na Síria

© Sputnik / Mikhail Alaeddin / Abrir o banco de imagensPalmira volta a ser controlada pelas tropas governamentais sírias, em 2 de março de 2017
Palmira volta a ser controlada pelas tropas governamentais sírias, em 2 de março de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Rebeldes do grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em outros países) quebraram diversas estátuas antigas na cidade síria de Dura-Europos, informa a agência de notícias SANA.

Combatentes de Peshmerga, forças  do Curdistão iraquiano após o combate de dois dias a 15 quilômetros da cidade de Mossul, Iraque - Sputnik Brasil
Independência de Curdistão: como será o Iraque depois do Daesh?
De acordo com os dados da agência, nos sites islâmicos apareceram vídeos nos quais os terroristas destroem estátuas antigas com a ajuda de martelos.  

"O Daesh informa sobre o descobrimento de novas ruínas antigas em Al-Salhiye [Dura-Europos]. As estátuas estão sendo destruídas", escreveu no Twitter o jornalista Hassan Hassan.

Nos últimos dois anos os terroristas destruíram muitos monumentos e artefatos antigos. Em particular, na cidade de Palmira foi destruído o Arco do Triunfo com a colunata e a fachada do antigo teatro romano.

​Dura-Europos é uma cidade antiga no rio Eufrates, que existiu desde o ano 300 antes de Cristo até o ano 256. Na cidade foram descobertos frescos bem conservados, a maior parte dos quais pertencentes à época antiga.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала