Três mulheres são acusadas de preparar um ataque terrorista em Londres

© AFP 2022 / Daniel LEAL-OLIVASAgentes de polícia armados guardam a zona onde aconteceu um tiroteio, perto do parlamento do Reino Unido em 22 de março de 2017
Agentes de polícia armados guardam a zona onde aconteceu um tiroteio, perto do parlamento do Reino Unido em 22 de março de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Três mulheres presas pela Polícia Metropolitana de Londres no final de abril foram acusadas de preparar um ataque terrorista, disse a polícia em um comunicado nesta quarta-feira (10).

Rizlaine Boulare, sua mãe Mina Dich, assim como Khawla Barghouthi, terão uma audiência na manhã de quinta-feira na Corte de Magistrados de Westminster. Boulare é acusada de tramar o ataque, enquanto as duas outras mulheres são acusadas de colaborar com o plano.

"Três mulheres foram acusados hoje de preparar um ataque terrorista, de maneira contraria à seção cinco do 'Terrorism Act', e também de conspiração para o homicídio", disse a Polícia em um comunicado.

As forças policiais britânicas estão aumentado sua atividade depois do ataque terrorista de 22 de março, quando um homem identificado como Khalid Massod atropelou pedestres na Ponte de Westminister, no centro de Londres. Massod, então, deixou o carro e tentou entrar no Parlamento com uma faca. O ataque deixou cinco mortos, inclusive Massod, e 50 feridos. O grupo terrorista Daesh revindicou a autoria do crime.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала