Trump e Lavrov terminaram as conversações, o chanceler russo está deixando a Casa Branca

© REUTERS / JONATHAN ERNSTO chanceler russo Sergei Lavrov chegando para se encontrar com o presidente dos EUA, Donald Trump, 10 de maio de 2017
O chanceler russo Sergei Lavrov chegando para se encontrar com o presidente dos EUA, Donald Trump, 10 de maio de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Trump e Lavrov terminaram as conversações, o chanceler russo está deixando a Casa Branca.

Trump disse que teve "um encontro muito bom" com Lavrov, comunica a Bloomberg citando o presidente dos EUA.

O líder norte-americano acrescentou aos jornalistas que "todos devem trabalhar para cessar a violência horrível na Síria".

Donald Trump ao telefone na Casa Branca - Sputnik Brasil
Trump e Lavrov se encontram na Casa Branca
O chanceler russo, por sua vez, comunicou que ele tem discutido com Tillerson e Trump a situação na Síria e sublinhou que a criação de zonas de desescalada na Síria é um passo para diminuir a violência.

O ministro acrescentou que Trump confirmou seu interesse na cooperação com a Rússia.

Os políticos também abordaram o tema da expropriação do patrimônio imobiliário diplomático russo nos Estados Unidos, que foi realizada durante a presidência de Barack Obama. Segundo Sergei Lavrov, a administração de Trump percebe que as ações de Obama nesse sentido foram inaceitáveis.

O ministro russo comunicou que durante as negociações ele se certificou que a administração de Trump são "pessoas de ação", que podem realmente trabalhar para resolver as questões. Os lados chegaram a acordo para continuar a discussão sobre a Ucrânia e o Afeganistão. Mas não foi abordada a questão da “confusão” sobre a alegada influência russa na política interna dos EUA.

Os presidentes da Rússia e dos EUA, Vladimir Putin e Donald Trump, se vão encontrar em julho de 2017 na cimeira do G20, na Alemanha, confirmou o chanceler russo, Sergei Lavrov.

A agência Reuters comunica, citando a Casa Branca, que Trump quer melhorar as relações entre a Rússia e os EUA.

Depois do encontro, Trump também sublinhou a importância da cooperação entre dois países sobre a Síria.

"O presidente Trump sublinhou a necessidade de cooperar para resolver o conflito na Síria, em particular a Rússia deve conter o regime de Bashar Assad e o Irã e seus aliados", se lê no comunicado de casa Branca.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала