Chelsea Manning, presa por divulgar segredos dos EUA, será libertada na próxima semana

© Sputnik / Ivan Rudnev / Abrir o banco de imagensPrisão
Prisão - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Chelsea Manning será libertada no dia 17 de maio, afirmam seus advogados de defesa em um comunicado publicado nesta terça-feira (9).

"Na próxima semana, Chelsea Manning será liberada da prisão após cumprir uma sentença de sete anos por publicar informações de interesse público sobre os impactos da guerra em inocentes civis", seus advogados disseram no comunicado.

Manning é uma mulher transgênero forçada a cumprir sua pena em uma prisão masculina. Ela chegou a tentar suicídio no cárcere.

"Pela primeira vez, eu consigo ver um futuro para mim como Chelsea. Eu consigo imaginar sobreviver e viver como a pessoa que eu sou e finalmente poderei estar do lado de fora. A liberdade costumava ser algo que eu sonhava mas nunca me permiti realmente imaginar. Agora, a liberdade é algo que eu vou experimentar novamente com meus amigos e entes queridos  após quase sete anos de barras e concreto, períodos de confinamento na solitária e de meus cuidados de saúde e autonomia restritos, incluindo cortes de cabelo forçados", disse Chelsea por meio de comunicado.

Julian Assange, fundador do  WikiLeaks - Sputnik Brasil
'O impossível tornado possível': Assange e Snowden agradecem pela libertação de Manning
A antiga funcionária do Exército dos EUA repassou documentos ao WikiLeaks sobre a morte de civis causadas por bombardeios do país, prisioneiros de Guantánamo e telegramas diplomáticos. Em 2013, ela foi condenada a 35 anos de prisão, mas a pena foi perdoada por Barack Obama nos últimos dias de seu mandato. Chelsea agradeceu a atitude de Obama no comunicado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала