Netanyahu: 'Expansão iraniana' no Oriente Médio ameaça a Rússia

© Sputnik / Alexey Nikolsky / Abrir o banco de imagensO presidente do Irã, Hassan Rouhani, em encontro com o líder russo, Vladimir Putin, no Kremlin de Moscou
O presidente do Irã, Hassan Rouhani, em encontro com o líder russo, Vladimir Putin, no Kremlin de Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Israel busca persuadir Moscou de se abster de cooperar com Teerã, argumentando que a "expansão" iraniana no Oriente Médio impõe uma ameaça à Rússia. Quem afirma é primeiro-ministro do país, Benjamin Netanyahu.

"Nós dissemos que o Irã — e eu disse ao Presidente Putin sobre isso — coloca uma ameaça não só contra nós. Por fim, isso ameaça vocês também", disse Netanyahu em etrevista ao Canal 9. 

O contrato entre a Rússia e o Irã sobre os S-300 deverá ser implementado em 2016. - Sputnik Brasil
Futuro da cooperação militar Irã-Rússia é promissor após a entrega dos S-300 ao Teerã
Ele acrescentou que a Rússia tem fortes razões para cooperar com o Irã, mas apontou que impulsionar as posições de Teerã na Síria é inaceitável para Israel.

"Estamos preocupados com o eixo Rússia-Irã. É claro que a Rússia tem muitas explicações sobre o seu comportamento: quer impedir a vitória do Daesh [Estado Islâmico], para derrotá-lo. Mas, claro, isso não significa que estamos prontos para mudar o Daesh para o Irã, para que o Hezbollah ou as milícias xiitas usem o território sírio, a parte síria das Colinas do Golã para nos atacar", disse Netanyahu acrescentando que a presença militar permanente Do Irã e de seus "satélites" na Síria é inaceitável para Israel.

Rússia e Irã estão cooperando na resolução do conflito sírio, sendo mediadores das conversações de Astana sobre a reconciliação síria. Ambos os países apoiam Bashar Assad como o presidente legítimo da Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала