Putin e Erdogan se reúnem para discutir conflito na Síria e comércio exterior

© Sputnik / Алексей Никольский / Abrir o banco de imagensВстреча президента РФ В. Путина с президентом Турции Р. Эрдоганом
Встреча президента РФ В. Путина с президентом Турции Р. Эрдоганом - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente russo Vladimir Putin recebeu seu homólogo turco Recep Tayyip Erdogan em Sochi nesta terça-feira, dia 3 de maio. Na agenda, o estabelecimento de quatro zonas de segurança na Síria e o comércio internacional entre Moscou e Ancara.

Putin afirmou que o conflito sírio só poderá ser resolvido por meios políticos e democráticos. O estabelecimento de zonas de segurança, disse Putin, pode contribuir para a resolução da guerra que já dura mais de 6 anos. Na avaliação do Kremlin, Rússia, Irã e Turquia são os países que mais contribuíram nas tentativas de solucionar o confronto.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin - Sputnik Brasil
Analista político sobre conversa de Putin e Trump: soluções inovadoras são pouco prováveis
A situação do país do Oriente Médio também foi discutida entre Donald Trump e Putin durante uma ligação telefônica realizada ontem, dia 2 de maio. "Até onde eu entendo, o governo dos EUA apoia estas ideias", afirmou o presidente russo.

"Hoje temos uma boa oportunidade para discutir tanto as relações bilaterais como as relações entre os países da região. Carregamos uma grande responsabilidade. Estou certo de que estes passos que estamos tomando juntos vai mudar o destino de toda a região", disse Erdogan.

Comércio exterior

Projeto da usina nuclear de Akkuyu, na província turca de Mersin - Sputnik Brasil
Turquia se prepara para construir sua primeira planta nuclear
Putin ressaltou que a Rússia fornece 60% da energia elétrica consumida pela Turquia e que a ocasião serviu para acertar detalhes de outra parceria no setor energético. A empresa russa Rosatom irá construir uma usina nuclear em Akkuyu, a primeira do gênero na Turquia.  O investimento previsto é de 22 bilhões de dólares.

Os dois presidentes se comprometeram a remover todas as sanções comerciais entre os dois países.

A possibilidade de comercialização dos sistemas russos de defesa antiaérea S-400 para Ancara também foi discutida. "Esse assunto foi abordado, assim com outros assuntos de cooperação  técnico-militar. A discussão ocorreu de uma maneira positiva", disse o porta-voz do governo russo, Dmitry Peskov.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала