Mídia: um dos cabecilhas do Daesh é eliminado no Líbano

© AP Photo / Hussein MallaMilitar do exército libanês (foto de arquivo)
Militar do exército libanês (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um destacamento das forças especiais do exército libanês deteve um grupo de 10 extremistas do Daesh (grupo terrorista, proibido na Rússia).

Durante a operação também foi morto um dos cabecilhas do grupo que foi responsável pelas execuções de soldados libaneses, informa o canal libanês Al Mayadin, citando uma fonte nos serviços de segurança.

Segundo informações do canal, a operação especial foi realizada nos subúrbios da cidade de Arsal, perto da fronteira com a Síria.

Os terroristas resistiram e ocorreu um combate. Alguns jihadistas foram liquidados. Entre os que foram detidos estão responsáveis pelo contrabando de armas, especialistas em explosivos e organizadores de assaltos contra postos de controle e patrulhas do exército libanês.

Soldado do Exército Sírio com o retrato do presidente Bashar Assad perto da fronteira líbano-síria - Sputnik Brasil
Exército sírio rechaça ataque de terroristas na fronteira com Líbano
Arsal, durante os últimos três anos, continua sendo a povoação mais desestabilizada do Líbano. A cidade fronteiriça se tornou um objetivo estrategicamente importante para os terroristas para contrabando de armas e passagem de combatentes para Síria e inversamente.

O exército libanês e os combatentes do movimento xiita Hezbollah detectam regularmente atravessamentos de destacamentos de terroristas através dos desfiladeiros e realizam ataques preventivos usando artilharia, bloqueando as tentativas de terroristas para se infiltrarem no território do Líbano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала