Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Estudante brasileira é premiada em concurso da Nasa por estação espacial futurista

© Arquivo Pessoal/David C de AlmeidaProfessor David Cristiano de Almeida Postelhone e a estudante Isabela com o desenho que recebeu a menção honrosa da Nasa
Professor David Cristiano de Almeida Postelhone e a estudante Isabela com o desenho que recebeu a menção honrosa da Nasa - Sputnik Brasil
Nos siga no
A estudante brasileira Isabela Postelhone, de 15 anos recebeu uma menção honrosa da Nasa, a agência espacial americana, na categoria Mérito Artístico, ao participar de um concurso promovido pela agência, que contou com participantes de todo o mundo.

A competição tinha como tema "Estações Espaciais" e Isabela desenhou uma estação futurista para os astronautas chamando a atenção da Nasa.  Na escola estadual Amílcare Mattei, em Marília, São Paulo onde Isabel cursa o segundo ano do ensino médio, 16 outros estudantes também participaram com trabalhos, sob a orientação dos professores David Cristiano de Almeida (Biologia)  e Silvia Moura (Artes).

 

O Concurso tinha como objetivo estimular alunos do Ensino Fundamental dentro do foco ciência e tecnologia. Ao todo a Nasa recebeu 1500 trabalhos.

© Reprodução/NasaResultado oficial divulgado pela Nasa
Resultado oficial divulgado pela Nasa - Sputnik Brasil
Resultado oficial divulgado pela Nasa

Em entrevista exclusiva para a Sputnik Brasil, o professor de biologia, David Cristiano de Almeida explicou que a ideia de participar do concurso surgiu após a escola receber a visita do também biólogo Ivan Paulino Lima, que é pesquisador da Universities Space Research Association, no Centro Ames de Pesquisas da Nasa, ex-aluno da escola e que se envolveu na divulgação da competição nos colégios brasileiros em 2016 e auxiliar os estudantes sobre como participar. "O concurso começou desde o ano passado com a visita do Ivan aqui na escola. Ele tem uma apreciação por esta escola por ter estudado aqui no Ensino Médio e fez uma divulgação da Nasa e do concurso para todos os alunos do Ensino Médio. Eu como professor, junto com a  Silvia Moura trabalhamos para reforçar essa divulgação nas salas de aula para que os alunos pudessem participar desse concurso importante."

© Arquivo Pessoal/Ivan Paulino LimaIvan Paulino Lima e o astronauta Marcos Pontes
Ivan Paulino Lima e o astronauta Marcos Pontes - Sputnik Brasil
Ivan Paulino Lima e o astronauta Marcos Pontes

Para estimular e orientar os alunos durante o concurso, David apresentou em sala de aula vídeos do tenente-coronel da Força Aérea Brasileira, Marcos Pontes, o primeiro brasileiro a viajar no espaço em 2006, e  também mostrou a Estação Espacial Internacional (ISS) aos alunos, comparando com criações futuristas exibidas em filmes.

"Eu peguei alguns vídeos do Marcos Pontes para mostrar para eles como é e como funciona uma estação espacial, como desenvolvem suas atividades em órbita e eles puderam ver através dos vídeos citados e puderam ter uma noção do que é uma estação espacial. Depois também mostrei alguns desenhos de estações espaciais futuristas de filmes para eles terem uma base."

© Arquivo Pessoal/David C de AlmeidaUsando técnica de luz e sombra no desenho, a estudante conseguiu se destacar no concurso da Nasa entre os outros 16 colegas de escola
Usando técnica de luz e sombra no desenho, a estudante conseguiu se destacar no concurso da Nasa entre os outros 16 colegas de escola - Sputnik Brasil
Usando técnica de luz e sombra no desenho, a estudante conseguiu se destacar no concurso da Nasa entre os outros 16 colegas de escola

O professor comemora a menção honrosa recebida pela aluna Isabela e diz que o desenho dela contou com o auxílio artístico da professora de artes  Silvia Moura, que a ajudou com conceitos de luz e sombra.

"A Isabela foi uma aluna que se destacou por procurar a professora de artes várias vezes, porque a professora de artes ajudou na questão da parte artística, ensinar luz e sombra, a técnica dos desenhos. Ela pegou e fez um desenho totalmente diferente do proposto. Ela fez de cabeça o desenho e venho a surpresa de receber uma menção honrosa de um concurso que teve uma participação mundial."

© ReproduçãoA estação espacial futurista de Isabela premiada pela Nasa
A estação espacial futurista de Isabela premiada pela Nasa - Sputnik Brasil
A estação espacial futurista de Isabela premiada pela Nasa

O orientar confessa que a premiação foi uma surpresa, nem Isabela e nem a escola estava esperando, mas ressaltou que é um fato muito importante poder representar o Brasil.

"Ninguém aqui na verdade estava esperando. Nós quisemos participar pela importância mesmo, divulgar essa coisa da tecnologia  e da ciência. Nós estamos felizes com esse resultado, porque estamos representando a cidade de Marília, estamos representando o Brasil em um concurso de nível mundial."

O professor ressalta a importância hoje da união entre as disciplinas, com a ciência e a tecnologia e que a conquista da Isabela mostra aos estudantes que tudo é possível e que é importante irem atrás de seus sonhos. "A nossa escola tem uma parte que se chama Projeto de Vida, e a Isabela demonstrou para os alunos que tudo é possível. Como ela ganhou uma menção honrosa da Nasa, ela demonstrou para os alunos que se eles tiverem um sonho é possível. Se eu quiser ser astronauta é possível ser, basta eu querer. A grande mensagem que eu deixo é que todos continuem sonhando, acredite nos seus sonhos, pois tudo é possível, basta querer."

 

 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала